Na Bahia o extremo sul, é uma região sem segurança. Governo do...

Na Bahia o extremo sul, é uma região sem segurança. Governo do estado usa e abusa do descaso.

por -
Editorialista Paulo Barbosa

Editorialista Paulo Barbosa

Até certo ponto é bem feito para um bando de eleitores que votam em troca de qualquer coisa, cestas básicas, pagamentos de água e luz e outras benesses. Bem feito. Já passou da hora do eleitor tomar vergonha na cara e ter mais personalidade em seu voto. Jaques Wagner abandonou a região e a violência cresceu assustadoramente, em Eunápolis se não é o denodo dos homens do PEOT comandados pelo Major Cleber que com sua sabedoria e comando soube aliar seus comandados à sua experiência a situação estaria pior, por outro lado o Major França á frente da CAEMA,  saiu de Eunápolis mas não esqueceu sua obrigação, Eunápolis então estaria no topo da estatística como uma das cidades que mais matam no extremo sul.

Mas ainda falta algo que é a delegacia da mulher, que a Coordenadora da 23ª CORPIN Dra. Valéria depois de fazer um levantamento assustador, está pleiteando junto ao Governo do Estado a referida especializada, para combater o assédio violento contra a mulher; violência física, sexual, moral, a mulher acaba se submetendo  a esta situação por falta de condições principalmente de uma DEAM, que em todos os municípios baianos existem apenas 18 delas, a mulher vai continuar sendo massacrada por seus algozes por falta de uma politica governamental séria e responsável; “Governador a mulher também vota viu”? A mulher tem vergonha de chegar em uma delegacia e contar a um homem, que apanhou porque não se submeteu aos caprichos sexuais do seu parceiro que queria algo mais e ela não cedeu, como falar disto para um homem?

Esta situação, poderia ser bem apoiada pelos deputados da região Robério Oliveira e Ronaldo Carletto que ficam fazendo emendas e elas até hoje não chegaram a Eunápolis, é possível que um nó deve ter desatado no meio do caminho. Robério como integrante da comissão de justiça, deve estar trabalhando para amenizar os vários processos administrativos mais conhecidos como “IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA” que ele ganhou durante os 8 anos de governo e o ultimo deles, é por ter terminado o seu mandato afastado e mesmo assim assinado convênios e feito pagamentos, inclusive o dele.

A Dra. Valéria está fazendo muito bem o seu dever de casa,   delegada responsável fazendo o seu melhor, mas sem apoio da cúpula votada, nada poderá fazer, querem ver uma coisa? A morte de Rielson,  tiraram o delegado do caso e colocaram ele no DETRAN, parece que foi para jogar um balde de água fria, pois competente, Dr. Élvio, como já resolveu outros casos poderia resolver este e muita sujeira poderia sair debaixo de tapete, então tiraram o “homem” e deixaram esfriar o “CASO RIELSON”.

Mas esperar o que de um Governador que substituiu um Secretário com menos de 30 dias e manteve o mesmo Secretário de Segurança da era Wagner, Porto Seguro amarga um toque de recolher, comerciantes no final do mês têm de pagar faturas, fornecedores, e impostos, os governos estadual, federal e municipal querem o seu no caixa, mas não dão segurança, mas deveriam fazer uma coisa, se aliar aos amigos do morto, não abrir seus comércios, até que algo efetivo seja feito, pois pagar impostos para a “incompetência” é jogar dinheiro fora, os políticos podem, o cidadão não, o cidadão tem que pagar seus impostos em dia, mas os políticos podem sair por aí dando o calote no cidadão e ainda por cima ficar pagando de bom moço.

SEM COMENTÁRIOS

Enviar um Comentário