PEOT recebe denuncias e mata dois coelhos com uma “cajadada” só.

0
251

Prisões por tráfico de drogas e homicídio
Prisões por tráfico de drogas e homicídio

Integrantes da PEOT, Pelotão de Emprego Operacional Tático, recebeu denuncias de que estava havendo um tráfico de drogas na Colônia, e na averiguação foi preso o homem que estava com as drogas e outro elemento que há pelo menos 4 meses atrás cometeu o homicídio na região.

O José Carlos Santos 46 (de camisa amarela) é trabalhador como ele disse e, foi confirmado pela sua mãe, que tão logo soube da prisão do filho foi imediatamente para a delegacia, mas nada mais podia ser feito, José Carlos, segundo a policia foi preso por tráfico de drogas. Porém totalmente atordoado, ora ele falava que é viciado, ora dizia que estava vendendo, para arrecadar dinheiro parta o tratamento de câncer de sua esposa, sobre a doença da nora, a mãe de Carlos confirmou o fato.

José Carlos disse que comprou a droga por 100 reais, e pretendia aumentar o seu capital para ajudar a ida da esposa para Itabuna. Com José Carlos foram apreendias 14 pedras de crack pronta para o consumo, uma pedra maior para ser cortada, embala da e vendida, e certa quantidade de maconha, também para ser cortada, embalada e vendida. José Carlos estava transtornado com a sua nova situação.

Homicida é preso na Colônia e confessa crime.

Lucas Ney de 18, ( de camisa laranja) também foi grampeado por ter sido reconhecido ou denunciado, por um homicídio cometido por ele na região de Monte Alegre, há pelo menos uns 4 meses atrás.

Lucas, falou normalmente com a reportagem do rota51, dando conta de que, era vaqueiro em uma fazenda e certo dia montado em um cavalo, o cavalo refugou, (parou e inclinou) e Lucas caiu, e com dores pelo corpo foi até o centro de Monte alegre comprar um medicamento, pois estava passando muito mal e ao chegar em Monte Alegre, acabou sendo agredido por uns 3 ou 4 rapazes, ele disse que foi jogado ao chão e espancado pelos rapazes, mas como estava armado com uma garrucha de dois canos calibre 22, tipo dois tiros e uma carreira, ele fez um disparou e este acabou matando um dos rapazes. Lucas disse que foi preso e depois liberado, mas como não tinha em seu poder o alvará de soltura, ele foi levado para a delegacia de Eunápolis, para bater um papo com o delegado de plantão, Dr. Jansem de Itapebi, mas que no momento substitui o delegado Dr. Eridelson Bastos.

No caso de José Carlos, pela quantidade de drogas e de acordo com  seu depoimento ao delegado ele pode ter sido flagranteado por tráfico de drogas, já Lucas Ney ele poderá ter sido ouvido e ficado a disposição da justiça até que se decida se ele era foragido ou estava em liberdade condicional. A prisão e condução dos dois aconteceu por volta das 18hs deste sábado, 21/12.

[nggallery id=18]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui