Rota51.com entrevista a nova coordenadora de polícia com exclusividade.

0
210

Dra. Valéria nova coordenadora da 23ª CORPIN  (foto Pbarbosa)
Dra. Valéria nova coordenadora da 23ª CORPIN (foto Pbarbosa)

O rota51.com entrevistou com exclusividade a nova Delegada coordenadora da 23ª CORPIN, A Dra. Valéria Fonseca chaves, assumindo o lugar do delegado Dr. Élvio Brandão.

Nesta entrevista a nova coordenadora da 23ª CORPIN, reitera a sua coordenação voltada para todos os crimes, mas o combate ao tráfico de drogas está em primeiro plano, segundo a delegada,  a maioria dos crimes acontecidos na região, desde Eunápolis a Porto Seguro, desde roubos a execuções partem do principio que o tráfico de drogas tem a sua maior motivação.

Combatendo o tráfico de drogas,  da forma como está sendo feito na cidade, tem contribuído muito para a diminuição dos crimes de morte, segundo a delegada, ao lado da PM, a policia civil tem feito rondas sistemáticas noite a dentro pela cidade, sempre com a intenção de deter e conduzir traficantes ou elementos procurados pela policia com qualquer tipo de envolvimento.

A 23ª CORPIN além de Eunápolis abrange Porto Seguro,  Itabela, Guaratinga, Itapebi e, Itagimirim e desta forma, as estatísticas mostram uma queda muito sensível  nos crimes acontecidos, perguntada se ela mexeria na equipe que aí está? Dra. Valéria disse que as mudanças feitas pelo seu antecessor Dr. Élvio foram de significativa importância para o trabalho dos agentes e de resultados excepcionais, diminuído o tráfico de drogas e as execuções, estas então, diminuíram bastante.

Dra. Valéria em exclusiva com o rota51.com (foto Pbarbosa)

A reportagem diante de fatos acontecidos quis saber da delegada, sobre uma possível instalação de uma DEAM em Eunápolis, a delegada respondeu que ela está fazendo um levantamento dos fatos registrados contra a mulher, quer agressões físicas, psicológicas, sexuais e se, as estatísticas registradas forem compatíveis com a necessidade, ela uma indicação à Secretaria de Segurança, demonstrará dados, e fará a solicitação, então o Governador aprovará a solicitação e a referida delegacia será criada, mas isto dependerá dos registros feitos, desde já, sabe-se que dificilmente esta especializada será criada, pois muitas mulheres, são agredidas, chamam a policia e na hora de registrar um BO elas  por medo ou por amor arrependem e acabam saindo da delegacia de braços dados com seu agressor, e assim fica difícil.

Dra. Valéria em exclusiva com o rota51.com (foto Pbarbosa)
Dra. Valéria em exclusiva com o rota51.com (foto Pbarbosa)

Mas a delegada veio disposta a trabalhar e falou á reportagem que: “time que esta vencendo não se mexe”, isto quer dizer que ela continuará trabalhando com a mesma equipe montada pelo Dr. Élvio, com todos correspondendo  com suas responsabilidades e equipe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui