PDM audiências públicas continuam.

0
196

PDM a discussão do progresso da comunidade   (foto Pbarbosa)
PDM a discussão do progresso da comunidade (foto Pbarbosa)

Antes era o PDU, Plano diretor Urbano, mas agora como a zona rural foi incluída, é o PDM Plano diretor Municipal, é por este motivo, que estão acontecendo estas audiências em todo setor da comunidade para que os problemas sejam expostos e consequentemente, as verbas do Governo Federal no plano PAC 2, que é o plano de aceleração do crescimento, possa atingir a toda comunidade e isto está acontecendo em todo município que ainda necessita de uma infra estrutura mais bem consolidada para dar ao munícipe uma melhor condição de vida e saúde.

Toda esta situação está sendo discutida através da Secretaria de Meio Ambiente, pois dentro em breve, por decreto federal, os chamados e detestados “lixões” terão de ter um fim, para que os municípios que ainda ostentarem o chamado lixão, não recebem verbas públicas. Estas audiências públicas também servirão de indicadores para o governo Federal que Eunápolis ainda não tem um esgotamento sanitário satisfatório, capaz de promover uma melhor saúde sanitária para a cidade, em Eunápolis somente as Urbis I e II e o Parque da Renovação têm esgotamento sanitário e o resto da cidade continua sendo construída sobre fossas.

A audiência pública da noite de 4ª feira no ginásio de esportes “Aurora” também não teve muito sucesso, por que algumas pessoas achavam que era necessário um equipamento de som com microfone, na realidade como é uma reunião com poucas pessoas, na realidade todo bairro deveria estar no ginásio, mas somente algumas pessoas estão dando o real valor destes encontros, como sempre acontece, 30 pessoas se reúnem, discutem o plano,  para que mais de 30 mil pessoas sejam beneficiadas e, ainda tem gente que quer dividir o Pequi em 2, formando o bairro do Cajueiro e Pequi, se realmente houver esta divisão, o enfraquecimento da região será muito grande, a saber que o Pequi hoje é o maior colégio eleitoral da cidade com mais de 30 mil habitantes e este é um projeto que não deve nem ser colocado em votação na CME, pois quem votar a favor ganha o voto de 5oo eleitores e perde o voto do resto dos moradores, na realidade o Pequi hoje é uma cidade dentro de Eunápolis, faltando só falta uma agencia bancária e na realidade já teve.

Nova audiência pública será marcada, pois, as maiores reclamações são dos moradores da rua da Encosta, que nunca tiveram dos administradores uma atenção especial como esta tendo agora, e com estas audiências, os problemas da rua da Encosta se não acabarem todos, pelo menos 80% será contemplado com melhorias advindas do saneamento básico. Depois vem os chamados administradores de bairros, “tirando onda” mas na realidade pouco fazem pelas suas comunidades, e que na realidade são candidatos a vereador, fazendo campanha se achando a solução do problema, na realidade os problemas  existem, mas os chamados administradores, na realidade não fazem o que é devido.

Novas audiências serão marcadas e novas propostas precisam ser feitas, para que as melhorias sejam liberadas logo, pois o que era R$ 166 milhões para o esgotamento sanitário, agora esta verba já está em mais de R$ 200 milhões, mas que não vão ficar voando de mão em mão, alimentando a corrupção local, esta verba vem através da CEF Caixa Econômica Federal, a prefeitura irá administrar, mas a grana não vai cair em mãos erradas, mas que já em gente de olho gordo, já tem, mas nem todo jacaré come o maior pedaço.

[nggallery id=162]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui