16 de abril na Bahia, param PMs, PCs e professores, a greve é inevitável.

0
243

Brasão da PM da Bahia  (foto Google images)
Brasão da PM da Bahia (foto Google images)

O governo do Estado Jaques Wagner terá uma batata quente nas mãos neste 16 de abril, quando param a Policia Militar e, em apoio aos PMs param também a Policia civil e para completar uma greve de 24hs, os professores também vão paralisar suas atividades.

Defenda quem quiser, mas o governo Wagner, pelo menos em termos de segurança, é um dos piores governos da Bahia, para Eunápolis então nem se fala.

A 7ª CIPM, já teve mais de 200 policiais, guarnecia Eunápolis e ainda supria  Itagimirim, Itabela, Guaratinga e Itapebi, hoje com pouco mais de 80 policiais ainda faz o mesmo suprimento.

Na capital do Estado o clima é tenso, e se não houver uma negociação capaz de satisfazer as necessidades dos policiais, a greve é inevitável, a saber, que os petistas que antes de chegarem ao poder, defendiam o trabalhador brasileiro, depois de terem chegado á Presidência da república e mais vários Estados, deixaram o trabalhador de lado, passaram a adotar uma pseuda política populista e a Bahia, fica totalmente desguarnecida, se se configurar a greve, as empresas de ônibus da capital poderão parar, pois o medo tomará contada de Salvador e no interior será pior ainda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui