Em Eunápolis, empresário liga a bomba d’água e sai gasolina, sem royalties.

2
756

Amostra de água com gasolina na Sec. do Meio Ambiente   (foto  Pbarbosa)
Amostra de água com gasolina na Sec. do Meio Ambiente (foto Pbarbosa)

Até parece coisa de rico ou de príncipe árabe dono de poço de petróleo, parece brincadeira, mas não é, é mais sério do que parece, a reportagem do rota51.com tomou conhecimento do fato e começou a investigar pelo órgão competente e fiscalizador do meio ambiente, que é a Secretaria do Meio ambiente, que tem como secretário o prof. Mauro Borges.

A reportagem do rota51.com foi até a secretaria do meio ambiente e fotografou um frasco de água, com praticamente a metade de água e a metade de gasolina, outros 3 frascos foram fotografados, mas a água tem a cor normal.

Já na parte da tarde, a reportagem do rota51.com foi até a empresa eletrônica Varjão na av Pedro Alvares Cabral e depois de conversar com Varjão, ele gentilmente levou a reportagem até a porta dos fundos e ligou a bomba do poço artesiano, e depois de sair uma água parecendo misturada com farinha de trigo, finalmente veio a tona no balde, água misturada com gasolina, destra forma,  o poço está perdido, não tem como abrir outro pois o lençol freático já está todo contaminado, e agora quem se privilegiou pelo conforto, perdeu a paz e o sossego, pois quando liga a bomba a água que sai, sai tão contaminada que enche toda loja comercial com forte cheiro de combustível, e agora a água só serve para dar descargas, pois para o banho e para cozinhar é outro sacrifício.

De onde vem a gasolina? Bem ao lado da eletrônica Varjão tem o Posto GP, empresa nova e com tambores também novos, a não ser que por um grave acidente algum tanque de gasolina tenha furado, vazado e poluído o lençol freático, mas segundo os mais antigos, tem também uma denuncia de que, no inicio d rua 5 de novembro, entre um bar e uma lanchonete, já existiram dois tanques de gasolina, no tempo em que era chamado de bomba de abastecimento, ao que tudo indica um deles de 5200 litros e outro de 8 500 litros, e que estão enterrados em pé, e pode ser que vem destes tanques enterrados ainda de pé, o vazamento de gasolina.

Para tanto a Secretaria de Meio Ambiente já comunicou com a capital do Estrado com o INEMA, para que este órgão envie técnicos, geólogos para ver de onde vem o vazamento, quem é o responsável, pois por se tratar de meio ambiente, a coisa tem que ser mais rápido do que se imagina, que bom seria se estes órgãos que fiscalizam, alguns cobram impostos que alimenta o governo, desse a mesma atenção quando se trata de cobrança de impostos, pois Varjão ainda não sabe a quem acionar para resolver o problema.

Na reunião ontem na Secretaria de meio ambiente, o assunto mais uma vez foi levado a pauta das discussões, para que o problema seja minimizado através de uma fiscalização competente, para pelo menos acabar com o problema, pois água agora é só da embasa, nem abrindo outro poço resolve e tem mais, não é só a Varjão não, existem outras empresas que também estão com o mesmo problema, vejam a galeria de fotos e vejam a realidade da água misturada com gasolina.

[nggallery id=223]

2 COMENTÁRIOS

  1. e agora não vou mais beber agua de poço arteziano de eunapolis.
    rapaz muda o titulo desta materia ai ( poço em eunapolis com petroleo ja refinado )

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui