Grande parte do brasileiro reclama de tudo, mas não tem ética pessoal.

4
1163

PAULO BARBOSA   EDITORIALISTA DO ROTA51.COM
PAULO BARBOSA EDITORIALISTA DO ROTA51.COM

A maioria do brasileiro, a grande parte das camadas sociais menos abastadas, ou seja, se formos voltar há uns 10 anos, quando o país ainda era divido por classes sociais, A, B e C, nos dias atuais poderia ser a as classes B e C, vivem reclamando dos políticos e em sua maioria com muita razão, reclamam do transporte coletivo urbano, intermunicipal e interestadual, reclamam das escolas públicas, reclamam de tudo, mas não olham para si próprio e a sua falta de ética moral, pessoal e social.

Se deixar, nas filas de bancos, e em todas as demais, chegam por últimos e passam na frente de todos, querendo ser o primeiro, sempre com uma desculpa de pressa e outros compromissos, alguns são capazes de colocar a mãe em um leito de hospital para justificar a sua falta de ética, antigamente também chamada de “falta de educação”, reclamam da falta de escolas, reclamam que a saúde não vai bem, dizem que os políticos nada valem e que o país não tem lei nem justiça, mas estas mesmas pessoas em épocas de eleições saem atrás dos políticos querendo cestas básicas, pagamento de contas, receitas não pedem mais porque nos postos tem remédio de graça, outros pedidos são tijolos, cimento, areia, telhas caibros, ripas que é para fazer uma puxadinha pra filha que engravidou, outros querem garantir um emprego na prefeitura e assim por diante, e o pior, pedem a um candidato e votam no outro.

É esta falta de ética pessoal, que permite que todos nós que trabalhemos, produzimos, paguemos impostos e os salários de vereadores corruptos, congressistas hipócritas e ainda quer que emprestemos nossos ouvidos para ouvir todo tipo de reclamações pelas emissoras de rádio, quando criticam um prefeito que trabalha, a mando de outro que apenas enganou e levou muito mais do que sabemos. Ao invés de matricularem os filhos para que eles aprendam alguma coisa, preferem se cadastrar no bolsa família, por que cada filho recebe uma mixaria de esmola que o governo também sem ética, usa pra comprar votos disfarçados de programa social, mas já que inventaram o bolsa família, vale gás e outros programas, pelo menos deveria fazer direito, pois para receber esta grana, toda criança menor deveria estar na escola frequência total e notas validadas e os maiores irem fazer um curso do PRONATEC,  aí sim valeria a pena.

Embora um dia, este escriba tenha chegado à cidade como professor de inglês, não tenho nenhuma simpatia pelos EUA, gostaria de poder conhecer a chapada Diamantina, o sul do País, em época da festa do vinho, para me embebedar com os melhores vinhos do mundo fabricado no Brasil, embora eu não beba, quem me conhece sabe disto, mas tenho um grande orgulho do povo americano; o AMERICANO é PATRIOTA, coisa que o brasileiro não sabe ser, apenas alguns poucos sabem o verdadeiro significado da palavra PATRIOTA.

Se o povo brasileiro soubesse ser de verdade, um povo PATRIOTA, o Congresso Nacional  nos respeitaria mais,  as reformas politicas, judiciária e tributária que são as mais importantes  e emergentemente necessárias, já teriam sido feitas, a menoridade penal já tinha sido votada e aprovada, o tráfico de drogas já teria diminuído em muito a sua incidência, os políticos que tivessem suas contas rejeitadas, já teriam devolvido o que roubaram e estariam presos como exemplo aos demais, e não precisaria de cadeia muito extensa não, apenas uns 5 anos e ao saírem, sairiam com a pecha de ladrão, o que é terrível para quem trem vergonha na cara, para quem não tem, se autodenominaria de “perseguido” pelo regime, e colocariam a culpa no contador do município e este pagaria pelo pecado, embora com os bolsos cheios.

Vereadores que se dizem honestos, mas que prometem votar  em conta corruptas e rejeitadas, por tanto, quem vota na corrupção também é corrupto, estes nem terminariam seus mandatos, seriam colocados pra fora do legislativo sem direito a se recandidatarem, mas o que é isto?

Isto é o sonho de milhares de brasileiros honestos, mas que não sobrepõe a maioria sem educação, sem ética, sem vergonha na cara e, sobretudo, que vão para a escola, mas não sabem o que é ser brasileiro de verdade e nem mesmo PATRIOTA, vão pra escola por que lá ainda se come alguma coisa, enquanto o governo gaste por mês com um preso R$ 1.800,00, com cada aluno ele gasta apenas R$ 224,00 reais, enquanto um trabalhador brasileiro ganhe por mês de trabalho pouco mais de 700 reais, um preso que matou, roubou, traficou, estuprou, sequestrou ganha por cada filho menor quase 1.000 mil reais, se o brasileiro soubesse o valor do seu voto, esta situação se inverteria, o Brasil mudaria, e até o Hino Nacional uma das armas oficiais do País, também chamado de pavilhão nacional voltaria ser executado em seu original, é tanto a falta de cidadania, é tanto a falta de PATRIOTISMO, que a maioria que ler este editorial, depois de ler ainda vai me chamar de “otário sonhador”, mas pelo menos dei o meu recado, e você leu, muito obrigado.

4 COMENTÁRIOS

  1. Concordo plenamente com tudo que foi dito. Se fossemos mais Patriotas, cobraríamos mais dos Políticos que elegemos. Falta união do povo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui