Perdemos o tesão pela copa?

1
300

Isnard Vasconcelos - Jornalista  (foto Pbarbosa)
Isnard Vasconcelos – Jornalista (foto Pbarbosa)

A magia da convocação dos jogadores da seleção Brasileira para a Copa do Mundo não produziu encanto.

Do sexo ao gozo esportivo, tudo aconteceu no imaginário, que é esse suplemento da alma. Quando não há imaginário no sexo, há uma fricção de corpos. Não funciona.

A química entre parceiros  (povo e seleção)  poderá vir com os jogos de corpos em movimento, os lances, tudo enfim, porque não? As preliminares já falharam.

Será que a copa em casa é como sexo para alguns? Os brasileiros andam com a cabeça cheia com os problemas , estressados, preocupados, fazendo as contas, isso tudo contribuiu para que os fogos de artifícios não tenham produzido o gozo necessário, com os brasileiros digerindo escândalos, indignados com a FIFA, essa cafetina internacional, furiosos com os politicos e vomitando insultos. Será que por isso os brasileiros ainda não estão gozando? Será que vamos relaxar e gozar na hora certa em que a Copa começar?

A televisão está dando o que pode para convencer os brasileiros que viverão uma orgia inesquecível, incita-nos a cair na farra.

Mas, nos sentimos  sodomizados pela FIFA.

Enfim nossa bola anda meio murcha, nem mesmo o discurso ufanista de Felipão tem a capacidade erótica de hasteamento da bandeira.

Todo mundo está em posição de sentido, com a bandeira a meio pau.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui