Pataxó adere ao Programa Gol Verde

0
176

A cada gol na Arena Fonte Nova está previsto o plantio de 1.111 mudas de Mata Atlântica, o equivalente a um campo de futebol

O cacique Pataxó Macuco, da Aldeia da Aroeira, realizou hoje (17/06) pela tarde, no Porto Seguro Praia Resort, o plantio da primeira muda de Mata Atlântica do Programa Gol Verde, para simbolizar a inclusão dos povos indígenas na iniciativa, a partir do reflorestamento em suas áreas. O projeto prevê o plantio de 1.111 mudas para cada gol marcado na Arena Fonte Nova, uma área equivalente a um campo de futebol.

Os artilheiros Thomas Mueller, da Alemanha, e Robben, da Holanda, podem não saber, mas estão ajudando a recuperar o principal bioma da Bahia. Eles ajudaram a marcar os 10 gols já registrados na Arena Fonte Nova, que vão garantir o plantio de 11.110 mudas de Mata Atlântica no estado.

Cacique plantando mais uma árvore do projeto
Cacique plantando mais uma árvore do projeto

Sobre a adesão ao Gol Verde, o cacique destacou a preocupação dos povos indígenas com a proteção de florestas e rios e disse que só na Aldeia da Aroeira são 826 hectares preservados. “Estamos juntos no programa para cuidar do meio ambiente. A preservação é uma obrigação e direto dos povos indígenas, mata é vida”, disse, em entrevista concedida a jornalistas brasileiros e estrangeiros no Salão de Convenções do Porto Seguro Praia Resort.

A Bahia é o único estado a inserir o plantio de mais de 30 mil mudas da Mata Atlântica, em seu Plano de Sustentabilidade e Legados do Programa da Copa do Mundo. A iniciativa faz parte de uma série de medidas adotadas pela Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 (Secopa-Ba), e já conta com a parceria da Prefeitura de Porto Seguro, que providenciará o reflorestamento e monitoramento em áreas prioritárias indicadas pelo Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica; da Veracel, fabricante de celulose que fez a doação de 30 mil mudas, e do Convention Bureau de Porto Seguro.

“Nosso grande desafio agora é ampliar as parcerias e a quantidade de áreas a serem reflorestadas e para isso a divulgação do Gol Verde acontecerá durante toda Copa do Mundo. Esses parceiros podem ser privados, públicos ou até seleções e jogadores”, comenta Patrícia Mazoni, consultora de Sustentabilidade da Secopa.

O plantio de mudas das 80 espécies incluídas no programa Gol Verde será iniciado no segundo semestre e monitorado durante dois anos.

Esta ação representa um dos resultados do Plano de Sustentabilidade e Legados do Programa Copa 2014, uma iniciativa pioneira da Secopa do Estado da Bahia que visa induzir uma nova cultura pautada nos princípios de sustentabilidade.

Ascom Secopa  /  Fotos: Hilda Rodrigues

 

[nggallery id=329]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui