Prefeitura de Porto Seguro gasta quase R$ 5 milhões com serviço gráfico

1
189
Claudia Oliveira Prefeita de Porto Seguro  foto e texto R7.com
Claudia Oliveira Prefeita de Porto Seguro foto e texto R7.com

A prefeitura de Porto Seguro, no sul da Bahia, vai gastar quase R$ 5 milhões com serviços gráficos pelo período de um ano. De acordo com o contrato divulgado no Diário Oficial do município, a Raphemaster Comercial Gráfica Ltda., sediada em Simões filho, na região metropolitana de Salvador, vai prestar serviços gráficos a diversas secretarias da prefeitura pelo valor de R$ 4.906.991,31, de 7 de fevereiro de 2014 a 7 de fevereiro de 2015.

Em 2012, a prefeitura já havia firmado contrato com a mesma gráfica, na gestão de Gilberto Abade, por R$ 3,29 milhões. No início da gestão da prefeita Cláudia Oliveira, em 2013, houve um acréscimo de R$ 822 mil ao contrato, totalizando R$ 4 milhões, válido até fevereiro de 2014, quando foi firmado o novo contrato, de quase R$ 5 milhões.

Dessa forma, a prefeitura vai gastar, em um ano, mais de R$ 408 mil por mês ou cerca de R$ 13 mil por dia apenas com os serviços gráficos.

Apesar do alto valor, moradores do município afirmaram não ter conhecimento de lançamento de livro, panfletos, folhetos ou material de treinamento para servidores públicos.  Em contato com um vereador da cidade, ele também confirmou não saber quais serviços gráficos a empresa está realizando para a prefeitura.
Segundo informações do Secretário Interino de Administração, Luís Otávio Gomes, a gráfica foi contratada para fazer material escolar para o município.

— Eu não conheço detalhadamente esse contrato por que os contratos não passam na minha mão, mas é material gráfico para escolas.

Quando questionado por que no Diário Oficial estava escrito que seria prestado serviço para diversas secretarias, Gomes disse que o “grosso é da secretaria de educação”.

O R7 ligou diversas vezes para a Prefeitura de Porto Seguro, mas não conseguiu contato com a prefeita, nem com a Secretaria de Educação para saber com o que estavam sendo gastos os quase R$ 5 milhões do contrato. O site tentou contato também com a gráfica, para saber qual material estava sendo confeccionado para a prefeitura, mas também não conseguiu falar com ninguém até o fechamento da matéria.

Gráfica

A Raphemaster Comercial Gráfica Ltda., já esteve envolvida em um escândalo referente ao material escolar de outra prefeitura.  Em 2010, o Ministério Público abriu inquérito para investigar a denúncia do material pago pela prefeitura de Santa Cruz Cabrália, também no sul do Estado, com recursos do Fundo Municipal de Educação, e não entregue nas escolas do município. O material teria custado R$ 212.905,00 e seria confeccionado pela empresa.

Ainda de acordo com o R7 a Estrutura do São João Elétrico que custou o valor de R$ 1,7 milhão não resiste ao mau tempo.

 

[nggallery id=348]

1 COMENTÁRIO

  1. TRADIÇÃO FAMILIAR!!!! NÃO SE PREOCUPEM , PARTE DESTE DINHEIRO FOI DESVIADO PARA PAGAR PROPINA DE 180 MIL REAIS A CERTOS VEREADORES AI DO BRASIL PARA APROVAREM CERTAS CONTAS ….. DINHEIRO DE PORTO SEGURO SENDO INVESTIDO NO MERCADO NEGRO DA CORRUPÇÃO. E O POVO AINDA VOTA NESTA QUADRILHA, AINDA SE DEIXA LEVAR POR SUAS PROPINAS. ESTA NA CARA QUE ESTÃO LAPIDANDO PORTO SEGURO, FAZENDO FESTAS PARA DAR UMA FALSA IMPRESSÃO , LEVAR NA GARGANTA , NO OBA OBA!!! E O POVO BESTÃO CAI NA CONVERSA. REBANHO DE LADRÕES! ABSURDO ISSO….

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui