Morte de mais um menor pode ter relação com o tráfico de drogas na região.

0
237
Luquinha morto a espera do DPT   fotos Pbarbosa
Luquinha morto a espera do DPT fotos Pbarbosa

Segundo informações do pai,  o menor estava viajando com ele, já que o pai é caminhoneiro, e disse que ao retornar de viagem que ele iria estudar, depois desistiu da ideia, na realidade os pais são separados e o jovem assassinato morava com a mãe no bairro Santa Lúcia, mas tinha uma namorada no distrito da colônia.

Na noite deste domingo, o jovem Lucas Santos Ferreira de 16 anos, estava no distrito da Colônia com a namorada e segundo informações, chegaram 4 elementos em um carro branco, que alguns dizem ser um Corsa, outros disseram ser um Voyage, outros disseram ser um Sedan, mas todos confirmaram que foi um carro branco, e quando a namorada de Lucas viu os 4, ela o empurrou e saiu de perto, neste momento foi uma rajada de tiros que Lucas andou pouco e caiu, de acordo com informações, mesmo caído, os elementos chegaram perto e acabaram da dar o chamado tiro de misericórdia, pois a maioria dos tiros foram todos na cabeça, no rosto, tórax, costas, na coxa e até no glúteo tinha tiros, ao todo foram 13 tiros desferidos contra “Luquinha” como era chamado.

Informações da policia Luquinha formava um trio de jovens junto com Rian e Netinho, Rian foi morto há uns anos atrás praticamente no colo da mãe no bairro Santa Lúcia, em uma rua bem próxima ao Parque da  Renovação. O crime foi por volta das 21h30m, o DPT só chegou por volta da meia noite e o corpo só foi liberado em torno da 01h20m.

Segundo informações da policia, esta é uma guerra de facções que tem como objetivo o tráfico de drogas, e que por morar no bairro Santa Lúcia,  região que é dominada por uma facção de traficantes, já a outra facção dá ordens de dentro do presídio para que, alguns aqui de fora e que pertencem a outra quadrilha, sejam mortos e os que mandam são mais temidos que a própria policia, e por isto quando recebem uma ordem, a mesma é cumprida cegamente e, o resultado é este que aí está, são jovens comprometidos com o tráfico que não chegam a ter uma maioridade bem vivida.

No distrito da Colônia, tem um posto policial, daqui uns dias, tem gente que vai para a Câmara de Vereadores ou vão para o rádio pedir segurança e tentar prejudicar o trabalho do comando da 7ª CIPM. Que tem de pedir segurança tem, mas é ao Governo do Estado, pois segurança, é uma das prioridades do Governo do Estado, mas para o Governo do PT, as estatísticas mostram tudo normal, mas na realidade, o CMT da 7ª CIPM, não tem policiais para dar segurança a própria cidade, quanto mais aos distritos, embora Luquinha já est6ivesse jurado de morte há algum tempo, e se o posto policial tivessem policiais de plantão, talvez esta morte pudesse ser evitada, é mais uma morte computada primeiro ao tráfico de drogas e depois á falta de segurança que o governo do Estado não providencia para a região.

A 23ª CORPIN já não tem tantos policiais assim,  e os agentes trabalham com pouca folga, e agora tem mais um homicídio para investigar, mas se você quiser ajudar a policia combater com mais agilidade a criminalidade e prender os assassinos de Luquinha mais rápido, ligue sem precisar se identificar para o telefone nº 9090 8196 5853, dê a sua informação e ajude a policia a desvendar mais esta execução. As investigações começaram ainda nesta madrugada do dia 14/07, quando o delegado  Dr. Alberto passos, delegado de plantão, começará a ouvir todas as pessoas que estavam no local, a namorada de Luquinha, pessoas envolvidas e familiares.

 

[nggallery id=385]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui