O Brasil perde uma de suas maiores inteligências literárias, faleceu Ariano Suassuna.

0
206
Ariano Suassuna   foto O Estadão
Ariano Suassuna foto O Estadão

Ariano Vilar Suassuna, paraibano autor de obras como o “Auto da Compadecida, O Santo e a Porca, Uma mulher vestida de sol, Romance da Pedra do Reino”,  Ariano Suassuna de personalidade  séria e  voltada para a cultura brasileira, era contra o estrangeirismo na língua portuguesa, sempre esteve em defesa de seus ideais, sempre convicto que a literatura ainda era o melhor meio para mostrar o País para os verdadeiros brasileiros.

O Auto da Compadecida,  de livro virou filme e seriado de novela, mostrou que a literatura brasileira ainda é uma das melhores do mundo, tendo como base os regionalismos que poucos brasileiros conhecem.

Internado depois de sofrer um AVC intracraniano, depois de procedimentos cirúrgicos teve um, infarto e veio a óbito no dia 23/07 às 17h15m no Real Hospital Português na Paraíba.

No ultimo carnaval foi homenageado pelo Galo da madrugada, e participou de uma palestra espetáculo, no festival de inverno em Garanhuns. Com passagens por Eunápolis foi recebido por parentes e amigos, como uma verdadeira celebridade literária, Ariano Suassuna, foi um dos poucos escritores brasileiros a ter um reconhecimento cinematográfico por suas obras.

O velório está sendo preparado, pois com certeza terá uma das maiores visitações fúnebres do país e pelo seu trabalho, merece o adeus de amigos, familiares e literatas de todo Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui