Testemunhas chegam a Eunápolis para depor no caso Rielson.

0
307
Rogério entrando na Delegacia com seu advogado Dr. Gutemberg  / fotos Pbarbosa
Rogério entrando na Delegacia com seu advogado Dr. Gutemberg / fotos Pbarbosa

Por volta das 15hs desta 6ª feira chegaram acompanhados de seus advogados, as testemunhas que vieram depor sobre o caso Rielson Lima, prefeito de Itagimirim baleado na praça principal da cidade e que veio a óbito no HRE depois ter se submetido a cirurgias devido aos ferimentos de bala calibre 38, ao todo foram 4 tiros que atingiram Rielson.

A oitiva das testemunhas foi feita pelo Delegado Dr. Élvio Brandão que já tem em seu Curriculum a prisão do assassino de um prefeito, em uma cidade onde já foi delegado, e para não sobrecarregar o delegado Dr. Hermano Costa, Dr. Élvio delegado do DEPIN, Delegacia de Policia do Interior,  estará a frente das oitivas como também das investigações.

Chegaram à delegacia o atual prefeito de Itagimirim Rogério Andrade de camisa amarela amparado pelo seu advogado Dr. Gutemberg Duarte e, os irmão de Rogério, Sandro que é o Presidente da Câmara e Junior que acompanhou os demais irmãos, que também estiveram acompanhados de seu advogado Dr. Fabrício Ghill Frieber.

Todos chegaram de surpresa e foram, direto para a sala da Coordenadoria ficando a espera do Delegado Dr. Élvio responsável por tudo relacionado á morte do ex prefeito de Itagimirim Rielson Lima, até às 17h 35m, todos ainda estavam na sala sendo ouvidos sobre o crime.

Segundo o delegado Dr. Élvio de 12 a 1q3e testemunhas ainda serão ouvidas e muitas outras poderão ser chamadas, inclusive até mesmo as que já foram ouvidas anteriormente, outro nome que está incluso para ser ouvido como testemunha é Darlan, que já foi intimado, mas telefonou á policia dizendo que está viajando e tão logo chegue á cidade ele procurará a policia para também ser ouvido  sobre o caso.

Junior e Sandro chegando á delegacia com Dr. Fabrício  /  fotos Pbarbosa
Junior e Sandro chegando á delegacia com Dr. Fabrício / fotos Pbarbosa

Dr. Élvio disse que com toda a celeridade ele estará ouvindo as testemunhas, mas com cautela e responsabilidade. Embora todos estivessem esperando a  prisão dos assassinos para breve, já faz algum tempo e as investigações ainda estão em fase de ouvir testemunhas, cruzar, dados, até que se chegue a um denominador comum e com isto prender os assassinos e os possíveis mandantes  de mais este crime, que não por falta de boa vontade da policia, não por falta de trabalho, não por falta de profissionais competentes, mas pelo fato de muita gente falar muita coisas e na hora de depor evitar falar, e dar detalhes à policia, este crime poderá ser mais um daqueles que vai acabar no esquecimento, como muitos outros, sendo que o de Ronaldo Santana até hoje está sem solução e, com os assassinos rindo de toda a situação.

 

 

[nggallery id=449]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui