De promessas não cumpridas o eunapolitano está cheio até na tampa.

2
275
Inicio no Posto Cabral, início da Navegantes  /  fotos Pbarbosa
Inicio no Posto Cabral, início da Navegantes / fotos Pbarbosa

Uma das maiores promessas feitas ao povo eunapolitano foi a do governador Jaques Wagner, foi a construção da UTI do HRE, promessa esta feita quando o governador veio inaugurar o Parque da Renovação, de lá para cá, ele só veio a Eunápolis na formatura do Pronatec na igreja comandada pelo apóstolo Ronilto e, mesmo assim saiu pela porta dos fundos.

Outra grande promessa foi feita pelo ex prefeito Robério Oliveira, que era a construção de um trevo próximo ao Posto Cabral, e o asfaltamento passando pela av. N. S. dos Navegantes no bairro Itapoã,  descendo pela avenida que já teve 3 nomes: av Sudoeste; av. Ayrton Senna e agora av Almerita Carvalho, os 8 anos de Robério oliveira se foram e os moradores do referido logradouro passam os dias limpando a poeira, na descida rumo ao Itapoã, moradores já fizeram várias interrupções no morro, por causa da poeira, que além de sujar todos os móveis ainda é altamente prejudicial ao sistema respiratório das crianças e dos mais velhos.

Outra promessa  de Robério, atual candidato a deputado estadual, foi a construção do colégio Municipal Anésia Guimarães, o colégio foi derrubado e o governo de Robério acabou e o Anésia Guimarães no chão, acabou sendo instalado em uma parte do hotel New Max.

O eunapolitano, já está cheio de promessas não cumpridas, mas ainda tem gente que reverenciando o chamado “puxa saquismo” não vê que estas promessas são infinitamente prejudiciais ao município, falta a UTI que por falta dela muitas pessoas já perderam a vida e depois disto Jaques Wagner sumiu da cidade, o asfalto que passaria pela frente do Estádio Araujão, até hoje está que é poeira só e, a troca de nomes, segundo algumas pessoas, é que serviu para pedir verbas, já que no mapa está tudo asfaltado, o colégio Anésia Guimarães

Final da rua da Colônia, proxima ao parque do Gravatá   /  fotos Pbarbosa
Final da rua da Colônia, proxima ao parque do Gravatá / fotos Pbarbosa

virou apenas o nome da 1ª professora de Eunápolis, e o 1 milhão de m³ de asfalto colocado na cidade, se olharmos bem, os buracos já estão acabando com o asfalto. Mas é só uma amostra, isto tudo é para que todos vejam a herança maldita que Neto Guerriere herdou, agora é esperar para ver o que vai acontecer. As fotos desta matéria começam no pátio do Posto Cabral e termina na rua da Colônia, onde o projeto termina, e algumas ruas não identificadas, é uma rua do bairro Juca Rosa, do lado da empresa Bonella, onde a parte de meios fios foi feito pela empresa o resto do asfalto está sem o benefício, e segundo os moradores da rua, eles querem saber onde foi o resto do dinheiro, pois alguns moradores, disseram que o asfalto foi até a metade do caminho o resto é barro e poeira.

 

 

[nggallery id=472]

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui