Mais um homicídio misterioso na cidade.

0
280
Corpo sendo removido para o rabecão  /  fotos Pbarbosa
Corpo sendo removido para o rabecão / fotos Pbarbosa

Aliás, mistério é uma situação que envolve praticamente 90%  dos homicídios na cidade e, a polícia acaba sempre descobrindo seu autor, pois às vezes camuflados pelos próprios colegas ou então saem da cidade e, quando a policia descobre o assassino já está longe, mas  dificilmente um homicídio fica impune, ou por vezes, o assassino é descoberto, mas se envolve em outros casos e acaba também sendo morto e as investigações acabam por aí.

Pela forma do corpo, ainda sem muito enrijecimento, o crime pode ter sido cometido nas ultimas  horas,  ou seja entre 3 e 6 horas da manhã, o certo é que Manoel Bispo dos Santos,  em sua residência levou um tiro no rosto esquerdo e veio a óbito no local.

O DPT de Porto Seguro esteve no local e fez o levantamento cadavérico, mas nada foi informado. A reportagem do rota51.com esteve no local e conversou com familiares de Manoel e disseram nada saber de sua vida já que mora sozinho,  mas que no local andava muita gente entre homens e mulheres e, nada mais souberam informar, por outro lado de acordo com as informações, o que se pode deduzir é que ali poderia ser um ponto de drogas e que algumas pessoas iam ao local para comprar e usar drogas, por ser um local isolado. O homicídio  fica entre o bairro Gusmão e o Moises Reis, do lado do bairro Moises Reis em frente a cerâmica Tomazelli.

O que pode ter acontecido é que Manoel deve negado a vender a algum usuário que já estava devendo e acabou sendo assassinado ou então ele mesmo poderia estar devendo e acabou morto por dívida de drogas, isto se ficar confirmado que ele era usuário ou traficante, caso contrário o mistério aumenta para as investigações policiais.

Mas se você tiver alguma informação ou souber de algo que possa levar a policia desvendar mais este crime  e prender este assassino, ligue sem a necessidade de in formar a sua identidade, ligue 9090 8196 5853 e  que é o telefone da delegacia territorial que investiga homicídios e tráfico de drogas, não precisa se identificar.

 

[nggallery id=539]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui