Se não mudarem as leis, o menor vai acabar mandando no País, traficando e matando.

0
175
Menor segurando um colete de proteção  /  fotos Pbarbosa
Menor segurando um colete de proteção / fotos Pbarbosa

Se tem uma coisa que faz com que o povo brasileiro  continue sofrendo muito, é o menor traficando, matando indo preso, dando trabalho á policia e ainda saindo pela porta da frente das delegacias e não acontecendo nada.

Como exemplo, a polícia militar ou civil prende um menor de 17 anos, com cocaína, crack e um revólver municiado, estre menor é ouvido, assina junto com o pai ou a mãe um TCO e vai pra casa, num total desrespeito às leis e desafiando a policia, e quando entra em confronto que morre, parte da sociedade ainda vai fazer passeata contra a violencia.

Nesta manhã, o jovem, menor de 17, MSR, mais conhecido como “Tetei” foi preso em sua casa dormindo e quando a policia foi fazer a tradicional busca, encontrou debaixo do seu travesseiro, um revolver Taurus calibre 32 totalmente municiado incluindo uma bala “Holler Point”, junto com o revolver alguns pinos de cocaína, e um colete a prova de balas.

A busca e a prisão foi feita pelos agentes da delegacia territorial, que depois de receberem várias denuncias, e na averiguação descobriram o referido menor com a arma, cocaína e a gora a policia quer saber se ele está envolvido em uma morte no Bairro Juca Rosa.

Tetei foi preso na rua Wilson Nunes mas o menor é do Bairro Rosa Neto, no bairro Juca rosa ele só vai buscar a “porcaria” pra vender, e o pior, ele já está bem orientado, pois na delegacia ele não conhecia ninguém, não conhece nem quem vende nem quem compra, ele sabe que como menor, ele pode ser preso todo dia, que sempre vai embora, é desrespeito às leis e abusando sempre das autoridades, a delegada de plantão Dra. Elizabeth Salvadeo, vai lavrar o TCO liberar o “anjinho”, pra curtir com as gatinhas dele, e além do mais esta na moda, cheio de tatuagens.

Para a reportagem, Tetei disse que não tem coragem de atirar em ninguém e só comprou o revolver por que achou o preço barato R$ 250 reais, mas estava cheio de pinos de coca.

 

[nggallery id=587]

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui