NOTA DE ESCLARECIMENTO

0
272

O Tribunal do Júri faz parte da tradição de nosso sistema de Justiça. Já era previsto no artigo 151 da Constituição de 1824 e, curiosamente, dava-se competência não apenas para julgar infrações penais, como também conflitos cíveis.

O Tribunal do Júri é considerado instrumento importante no regime democrático, porque permite aos acusados serem defendidos por seus iguais. Tulio Zuca no artigo “Tribunal do Júri”, ensina que “Nesta seara, a instituição do júri figura essencialmente como uma garantia, e, secundariamente, como um direito, uma vez que por meio do Tribunal do Júri, busca-se assegurar e proteger a fruição de direitos meramente declaratórios. Faz-se, portanto, necessário à integral dignidade da pessoa humana na vida social”.

O site ROTA 51 há muitos anos, faz a cobertura completa da semana do tribunal do júri, e neste ano de 2017 decidiu trazer mais dinamismo e passou a transmitir em tempo real pelo site/aplicativo YOUTUBE e FACEBOOK, que são as mais modernas plataformas de divulgação da atualidade, o sucesso foi tanto que algumas universidades solicitaram junto a nossa redação, as gravações do ultimo tribunal do júri, para que pudessem elaborar atividades avaliativas para os alunos, bem como os mesmos poderiam nos enviar perguntas em tempo real, e o promotor Drº João Alves Neto e o Advogado Drº Fabrício Ghil Frieber responderam em tempo real.

Dr. João Alves 
Dr. Fabricio 

Infelizmente nos meses de Setembro e Outubro não iremos poder transmitir o Tribunal do Júri, pois segundo informações do Excelentíssimo Juiz Dº Otaviano Andrade de Souza Sobrinho, o evento foi suspenso, devido a fato de que a prefeitura mandou demitir uma gama de funcionários do Fórum de Eunápolis, impossibilitando assim a realização deste evento.

Dr. Otaviano lendo a sentença

Aos nossos internautas, deixamos os nossos sinceros pedidos de desculpas, bem como as Universidades Mackenzie e UNICAMP, que procurou o site ROTA51 para informar que as turmas de direito estariam nos prestigiando. No entanto, ressaltamos, que assim que houver a possibilidade de transmitir o tribunal do júri, estaremos fazendo isso com o mesmo afinco que demonstramos outrora.

Alinne Werneck – Jornalista especializada em produção de mídia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui