Prefeitura de Eunápolis mantém trabalhos de manutenção durante o carnaval

1
396

Além dos serviços de urgência em saúde e limpeza pública, essenciais ao bom funcionamento da cidade, a Prefeitura de Eunápolis manteve também, durante o carnaval, importantes serviços de infraestrutura como manutenção de ruas e estradas rurais com patrolamento, regularização de subleito com substituição de manilhas e encascalhamento de ruas comprometidas pelas chuvas.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Robson Lopez, a ordem do prefeito foi aproveitar a redução do movimento nas ruas no período festivo e realizar os trabalhos de manutenção necessários, tanto na zona urbana quanto na zona rural. “Os serviços de patrolamento foram realizados na ladeira do Rio do Peixe; Estrada de Ponto Maneco; Estrada da Colônia e Rua Aracajú. Já nas ruas Chile; Reino Unido; um trecho da Rua São Bartolomeu, Av. Arnaldo Moura Guerrieri e Rua Copacabana foi realizado serviço de regularização de subleito e encascalhamento”, detalhou o secretário.

Para o prefeito Flávio Baiôco, os trabalhos não podem parar. “Além do Regional, SAMU e limpeza pública, que não param, aproveitamos esse período para acelerar os trabalhos de manutenção em algumas ruas que necessitavam dessa intervenção. Cuidar da cidade é nosso dever, e para isso não podem existir folgas ou feriados”, concluiu o prefeito.

 

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. pois bem, até começaram os trabalhos realmente, porem ja deixaram o serviço pela metade causando transtorno para quem assim como eu precisa passar por essa ponte todos os dias, os trabalhos foram suspensos e deixaram a ladeira com metade da via que já é estreita ainda menor por causa do cascalho/barro que deixaram no meio da ladeira. na verdade essa ponte já passou da hora de passar por uma reforma e ajustes, alem da ponte ser estreita, não tem o escoamento de água minimo necessário para evitar enchentes sobre ela, com pouca chuva a ponte já fica transbordando, quem passa a pé acaba se molhando tanto por causa dos carros e motos que passam como por causa da pouca vazão de água que a ponte tem, confesso que até fiquei feliz em ver o pessoal trabalhando na ladeira, más na verdade o ritual é sempre o mesmo, começam e deixam pela metade. vai um cidadão comum deixar qualquer resto de obra na calçada pra ver o fiscal enchendo a paciência e até querendo multar. ai eprakabar mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui