Quando a lei não é respeitada, o abuso é geral, principalmente quando os guardas estão fazendo curso.

3
592

A reportagem do rota51.com, sempre tem nas mãos uma máquina fotográfica, para registros inusitados. Primeiro foi na av das américas no Dinah Borges,  quando um jovem, subiu na calçada com seu “carrão’ e, sem olhar para nenhum lado acabou derrubando um casal de bicicleta que trafegava na mesma direção, o jovem só viu o acidente depois que subiu na calçada e estacionou seu carro, como se calçada fosse lugar de estacionar carros… Depois ele desceu do carro e fiou olhando pra ninguém e o casal que se a subiu na bicicleta, mas  registro da queda só não foi feito, devido a demora de acessar a máquina, mas as fotos do atropelados, do carro na calçada e o casal subindo na bicicleta foi registrado, mais tarde ao invés de um carro, havia outro com vidros automotivos estacionado em cima da calçada, sem fiscalização idosos e pedestres, trem que dividir espaço na rua com carros, bicicletas e motos.

Motorista do carro na calçado e que atropelou o casal de bicicleta

Depois foi na av Santos Dumont, onde um caminhão estacionou em mão dupla, local inadequado para o caminhão estacionar, e os pedestres, mais uma vez sendo desrespeitados, tendo tomar cuidado redobrado, pela falta de educação do motorista. O rota51.com já fez várias denúncias de cargas e descargas em horários não determinados por uma lei municipal que tanto motoristas como comerciantes, alguns deles, teimam em não respeitar.

Na av Cons. Luiz Vianna, devido a sinalização, em determinadas horas e quase sempre, existe uma fila enorme de carros, mas os motoqueiros, não aguentam esperar e, trafegam entre os carros, sobem na calçada, só para ficarem na primeira fila, para quando o sinal abrir. Alí, na referida calçada, é o hospital AMES, e quase sempre, existem pessoas na calçada, chegando ou saindo do hospital e geralmente idosos, mas mesmo assim, motoqueiros, sobem na calçada, só para passarem na frente, quando acontecer um acidente, eles vão dizer, “ah já está na frente do hospital” e, somem sem nem dar assistência à vítima

Na Av ACM, paralela á BR 101, existem 2 sinais, um que determina que o veículo deve seguir adiante, sentido Itabela e, outro que indica que os veículos devem tomar a direção de travessia da BR 101 para acessar a Br 367, mas tem gente que não respeita. Ninguém respeita mais nada, porém o governo coloca radares na BR 367 e 101, só para arrancar dinheiro do povo, passou dos 40, é multa na certa, é uma das maiores fontes  de arrecadação que ninguém sabe pra onde vai a grana, mas como para tudo eles tem uma desculpa, vão dizer que é para manter as rodovias em condições de trânsito, á corrupção sem prestação de contas que alimenta os mais espertos. É igual a prefeitura de Eunápolis, arrecada com a zona azul e as multas do trânsito, mas pergunta ao prefeito se ele está depositando o dinheiro em uma separada, a trânsito para a reativação dos sinais, horizontais e verticais, o rota51.com já questionou em duas prestações de contas na CME e nunca os valores foram demonstrados, vamos ver se vai ser na próxima. Vejam as fotos e desmintam os registros

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Aaaa, primeiro se você for maior de idade e for habilitado menos mal, mas se for menos e dirigindo cometeu uma infração de trânsito, estacionar em cima do passeio outra infração, atropelar duas pessoas em uma bicicleta outra infração, é por isto que passei em frente a loja e não tinha nenhum carro estacionado em cima do passeio, você deve ter printado a tela inteira fotos e matéria, a foto, caso voce me processe, mostra quem estava na direção do carro e, sem a seta ligada.

  1. Infelizmente há pessoas que não gostam de leis. Infrações são cometidas diuturnamente em Eunápolis. O Serviço de trânsito em Eunápolis só atua no centro. Veja o que acontece em duas ruas pequenas: Rua Projetada a que margeia a Justiça Federal em direção ao Dinah Borges e aquela que margeia a Portovel sentido mão e contra-mão. Como é difícil trafegar por ali. Carros são estacionados de um lado e do outro ficando apenas o meio bem estreito para o motorista trafegar. Já houve acidentes e retrovisores quebrados. Por que o Departamento de Trânsito municipal ainda não tornou estas ruas mão e contra-mão? Isso sem contar com os caminhões pesados de cargas de uma Transportadora que só atrapalha. Alguma coisa tem que ser feita antes que algo pior aconteça. Com a palavra as autoridades de trânsito municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui