Município busca solução para poço artesiano com gasolina, que poluiu todo lençol freático.

2
1450
Reunião da Sec. de Meio Ambiente  /  fotos Pbarbosa
Reunião da Sec. de Meio Ambiente / fotos Pbarbosa

Há mais ou menos 1 anos, que foi feita uma denuncia, onde uma residência próxima a praça da Bandeira,  ao ligar a bomba do poço artesiano, saía água misturada com gasolina e isto determinou que o referido poço deveria ser fechado, lacrado  para não ser mais usado.

A residência em questão é a Eletrônica Varjão e desde então a situação está tomando rumos diferentes. A princípio os estudos levaram técnicos a pensarem em um antigo posto de gasolina, no inicio da rua 5 de novembro mais precisamente no passeio do bar e restaurante Coliseu.

Para tratar deste problema veio de Salvador os geólogos Cianara Moura palma Bacelar, e João Luis Beherens, ambos da empresa Geocia Ambiental, que fizeram estudos preliminares e depois em uma reunião, reunindo diversas pessoas na Secretaria de Meio Ambiente, para se determinar uma linha de estudos mais aprofundados e se determinar de onde vem a gasolina que se misturou á água do poço artesiano da eletrônica Varjão e consequentemente  poluiu todo lençol freático da região, tornando a água impura para qualquer tipo de uso.

Segundo a geóloga, a água em contato com a pele ou a sua ingestão pode causar danos seríssimos a saúde do ser humano. Esta situação pode ter sido causada por um material não revestido devida e apropriadamente para tal uso, no caso combustíveis, com a presença de poluentes na cadeia aromática e,  o vazamento pode ser em um tanque antigo ou até mesmo nas linhas de transmissão.

Inalar, contato com a derma, respirar os fluídos que saem do sub solo, no caso através do poço artesiano, pode causar câncer, e um dos grandes perigos que podem acontecer é o risco de explosão, principalmente sabendo que no local existe uma construção e a combustão através da madeira toda empilhada, no caso na Eletrônica Varjão.

Para se determinar o vazamento, e os riscos que podem advir dele, será preciso o uso de um equipamento geo-físico, denominado “radar de pesquisa do solo”, que poderá determinar o que realmente está acontecendo, onde está acontecendo, para então se determinar se o tanque e as condutores deverão ser retirados, como deverá ser o procedimento de uma tentativa de isolamento do local,  e sobretudo se determinar os culpados, o Ministério Público deverá ser envolvido nesta situação, entrando na parte de investigação dos fatos, para chegar a um ponto final em todo este episódio.

A geóloga Cianara Moura, disse que uma das coisas que mais a deixou satisfeita, foi a posição do Prefeito Neto Guerriere que em nenhum momento pediu que fosse feita vistas grossas sobre o assunto, muito pelo contrário, ele adotou uma postura séria, rigor nas investigações para que este caso tenha um final feliz e que tudo que for possível seja feito, a prefeitura irá ajudar, para  que este caso tenha um fim da forma mais séria possível.

Estudos continuarão até que este caso tenha terminado e o rota51.com mais uma vez com exclusividade, reporta o caso pela segunda vez e vai acompanhar

A reunião foi sobre Água contaminada com gasolina //  fotos Pbarbosa
A reunião foi sobre Água contaminada com gasolina // fotos Pbarbosa

tudo de perto para as informações corretas a toda a população eunapolitana.

E de acordo com a geóloga Cianara Moura, da empresa GEOCIA AMBIENTAL, todo lençol freático da região está todo poluído incluindo os restaurantes, residências e outros que tiverem seus próprios poços artesianos ou cisternas, o que causará ao culpado pelos danos ambientais um processo maior que ele imagina, para tanto equipamentos especiais serão colocados nesta prospecção, para determinar as causas da contaminação.

Acessem este link e vejam a 1ª matéria feita com exclusividade pelo rotga51.com:

http://www.rota51.com/home/administracao/meio-ambiente-entretenimento/em-eunapolis-empresario-liga-a-bomba-dagua-e-sai-gasolina-sem-royalties

 

 

 

 

 

 

[nggallery id=639]

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui