Vereador denuncia falta de marcação de exames, é criticado e, a verdade vem à tona

3
504

Na realidade a saúde de Eunápolis nos últimos tempos, sempre vem deixando muito a desejar, sai secretário, entra secretário, mas a coisa nunca anda como deveria, e o cidadão da cidade é que é sempre prejudicado, é o que denunciou o vereador Jurandir Leite.

Somente hoje em uma emissora de rádio, é que o responsável pela atenção básica, confirmou que o convenio para execução de exames clínicos foi restabelecido, isto demonstra que antes não existia. Embora seja uma pessoa muito capacitada, competente e conhecedor das necessidades pessoais do eunapolitano,  para estar liderando um importante órgão da saúde municipal, o enfermeiro Itamar pode fazer muito pouco, pois ele depende da incapacidade de administrar do prefeito Robério, principalmente depois que ele retornou do afastamento pela justiça federal, onde foi afastado por licitações fraudulentas por desvios de verba, dentro de uma improbidade administrativa que, todos pensavam que só poderia existir em grandes centros administrativos e, que a Polícia Federal, descobriu de imediato o desvio de 200 milhões de reais.

De acordo com uma entrevista dada em uma emissora de rádio, somente a partir desta 5ª feira 12/07 é que os convênios foram restabelecidos, uma vergonha para um gestor municipal que so se preocupa em eleger a filha, para que esta tente pelo menos amenizar os processos da Operação Fraternos e, tem mais, o rota51.cm está investigando, para descobrir alguém da família de uma senhora que ficou 40 dias no HRE, esperando uma vaga na UTI e quando a imprensa começou a saber dos fatos, tentaram transferir a senhora para outra cidade e, ela veio a falecer no meio do caminho, pelo que se sabe até agora, esta foi uma tentativa de transferência de responsabilidade. D. Maria Aparecida ficou 40 dias esperando a UTI que disponibilizasse o tratamento de hemodiálise e, quando veio a transferência, portadora de insuficiência renal, não resistiu e veio a óbito, Maria Aparecida é casada e mãe de 4 filhos.

Para quem não sabe, a UTI que hoje funciona no HRE, foi instalada no governo Neto Guerrieri, que não fez o Pedrão para instalar a UTI, o Pedrão deste ano, não foi feito, quando foi anunciado que o dinheiro do Pedrão seria utilizado para novos investimentos na cidade, deste jeito, o que a cidade quer saber é: “onde estão estes investimentos”? Uma pena que só rota51.com  mostra uma realidade que poucos sabem, e muitos conhecem, mas se calam diante da ingovernabilidade municipal e atual.

COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Primeiramente parabens ao Rota51 pelo novo formato, e por ser o unico veiculo de comunicação a trazer a verdade sobre a quadrilha fraterna que assola o extremo sul, passou da hora do cidadão enapolitano de ter conciencia e não cair no conto das obras eleitoreiras e mentiras ao votar em membros de quadrilha que é para manter o alto padrao de vida com seus carrões importados e ostentação com dinheiro publico, e fica a pergunta, um grupo grande e que se diz liderança politica do extremo sul não tem candidato, precisa usar uma jovem recem formada, solteira, sem experiencia de vida, cade os lourenços, osiéis, téias, terezinhas, ubaldos, dudus e tantos outros, sera que não tem competencia, ou o chefe não confia.

  2. O que se sabe é que foram colocados 10 leitos de UTI para funcionar e agora só tem 5 leitos. Dizem que foi retirado os outros 5 leitos para outro município e ficamos a “ver navios”. Houve, também, a promessa das UTI’s Neonatal e até agora, nada… Seria bom está redação fazer uma reportagem jornalística sobre esse fato. Com a resposta a Administração Pública.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui