É na calada da noite que as coisas ruins são feitas, estão tentando derrubar o Itamarzão.

8
740

A manhã desta 4ª feira 12/09, que o portão de entrada do Itamarzão começou a ser derrubada, para dar início a uma rua, que segundo informações, deveria cortar o campo ao meio e, isto so pode ser ordem de quem não tem nenhum respeito pela história esportiva da cidade, estão querendo derrubar o alicerce esportivo, para satisfazer a sanha administrativa do prefeito Robério Oliveira, pois é o único que tem poderes para mandar derrubar, o que ele até hoje, não teve a competência de construir, Robério destruiu o HRE que ficou funcionando no hospital AMES, por muitos anos, mandou destruir o colégio Anésia Guimarães que so foi reconstruído no governo Neto Guerrieri e, agora o Itamarzão.

Notícias chegadas a redação do rota51.com, houve um acordo para tal, mas não passa de uma notícia não muito verdadeira, pois tão logo o presidente da liga, Sr. Nereu ficou sabendo, foi até o Itamarzão, entrou na frente da máquina e disse que a máquina só continuaria o serviço, se passasse por cima dele, e depois foi para a administração municipal, saber o que realmente estava acontecendo.

Há muito Robério queria o espaço e poderia ter feito uma proposta honesta, ou seja, a liga entregaria os documentos do Itamarzão para a prefeitura e a prefeitura passaria um documento de troca dos espaços esportivos, ou seja do Araujão, definitivamente para a liga, mas é tanto que não houve um entendimento anterior, que de acordo com as informações chegadas, o Araujão ficaria sob a responsabilidade da liga por apensa 10 anos, e a prefeitura por igual período destinaria uma verba de R$ 30 mil reais par a liga, é a prefeitura comprometendo um alto valor que deveria ser pagos por administrações futuras.

Estiveram no local e se indignaram com o ato de destruição, Bico de Pato, dentre outros desportistas, que durante anos militaram no setor esportivo da cidade, e por informações oficiais, a documentação inicial do Itamarzão foi feita por Willian Cavalcanti e quem terminou de concluir a documentação foi Djairo Avelino. O que foi mandado fazer com o Itamarzão, foi uma verdadeira falta de respeito para com os mais de 2000 desportistas da cidade, para com quem trabalhou a vida inteira pelo esporte da cidade, e principalmente para com a sociedade que viu a cidade de Eunápolis crescer em torno do monumento esportivo do extremo sul da Bahia.

A sociedade agora, precisa entender que votar em Larissa é dar continuidade à destruição do patrimônio cultural esportivo de Eunápolis. E o medo que se tem, é que o Itamarzão, depois de cortado ao meio por uma rua, se transforme num segundo “clube social”, que acabou virando patrimônio particular, valendo uma fortuna. MS com certeza a rua que estaria sendo ou vai ser construída, irá beneficiar algum amigo influente, pois se fosse para beneficiar toda a comunidade, esta negociação já teria sido feita há muito tempo.

É tanto que ainda não tem uma proposta honesta para a liga, que logo mais Às 18 hs, haverá uma reunião com os envolvidos com o esporte da cidade, com dirigentes da liga, para saber qual o destino do Itamarzão, até o momento a proposta é que, a prefeitura se encarregue de reconstruir o que ela decidiu na calada da noite e começou nas primeiras horas da manhã.

São atitudes impopulares como esta, que, fazem todos lembrar que Robério e sua falta de respeito para com o município, é que o fez se tornar investigado pela polícia federal, que junto com a esposa Cláudia prefeita de Porto Seguro, e o cunhado Agnelo prefeito de Cabrália, estão envolvidos no desvio de R$ 200 milhões de reais na Operação Fraternos.

COMPARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Discordo da Tese que o amigo defende, o espaço que antigamente era destinado á pratica esportiva , a muito não tem esta finalidade, o que se tem conhecimento, é que ali se escondem alguns malandros que assaltam, usam drogas , etc… O Espaço deverá se tornar uma bela praça que poderá ser utilizada pela comunidade, favorecendo a população como um todo, e não apenas a alguns esportistas, com certeza no Projeto deverá ser destinado um local para a pratica esportiva, sem causar prejuízo para os desportistas.. que se encontre uma solução que beneficie a população e a classe …esse é o meu pensamento…

  2. Há muito defendo uma destinação mais nobre para aquela área. Para nada ou muito pouco vinha servindo aquele local. Mas, se é para fazer algo ali, que seja para a comunidade eunapolitana, como um todo, e não para poucos. Portanto, se é para fazer algo, que seja chamada a população para conhecer o projeto e até opinar no que deve ser feito para que não se corra o risco de fazer “porcaria” no local e que seja feito o mais rapidamente possível. Isso é o que eu penso.

  3. Se é para fazer algo bom, que seja feito. Dizer que aquele “trambolho”, é tradicional, faz parte da história esportiva é muito pouco. Até o estádio de WEMBLEY na Inglaterra foi ao chão para dar lugar a uma outra estrutura. Aquele local merece algo muito especial, dará novos ares, ficará muito diferente. Mas… tem de ser feito de verdade e não somente promessas. Eis aí a questão…

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui