Mais uma sessão da CME foi prejudicada por falta de quórum.

1
237

Não passou da chamada de vereadores, a sessão da manhã desta 5ª freira na CME, quando o vice presidente da CME, vereador Ramos Filho, foi convidado a fazer a chamada dos vereadores, para a sessão desta 5ª feira 13/09/2018.

Os vereadores que se fizeram presentes, foram fotografados pelo rota51.com, os demais nem apareceram após o presidente da CME vereador Paulo Brasil, ter anunciado o fim da sessão sem antes mesmo de ter começado.

Porém o vereador Arthur Dapé, reclamou não só pela falta da sessão, mas perlo fato de ter o presidente da Câmara, vereador Paulo Brasil ter retirado da pauta, as contas de 2015 referentes ao ex prefeito Neto Guerrieri para serem votadas. Para Arthur Dapé, as contas já deveriam ter sido votadas a muito tempo, isto pelo fato, de o vereador ter dito que seu voto, embora o regimento fala que a votação tem que ser em escrutínio secreto, ele declararia o seu voto, mas não disse a à reportagem que seria contra ou a favor das contas.

Porém as explicações técnicas e dentro da lei, é que, o ex prefeito Neto Guerrieri ainda tem tempo para sua defesa, já que suas contas estão sem ônus, mas a definição de rejeição pelo TCM, é apensa uma opinião do relator Paulo Marconi, e Neto ainda tem tempo para recursos e defesa antes da votação, o que mais deixa a imaginar, é que pelo fato da pressa em votar5 as contas, calcula-se que os apressados, estão querendo votar pela rejeição final das contas, e o que poderia ser uma faca de 2 gumes para pretensões futuras, e como Neto não é “menino de feira” a rejeição de suas contas pode criar uma reviravolta na política em 2020, já que a opinião pela rejeição pelo TCM não é pior improbidade administrativa, agora é so esperar para ver.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Já que vereador é representante do povo, e o povo quando falta ao seu trabalho é descontado o dia, deveria também descontar dos vereadores que não comparecerem a uma sessão sem uma justificativa plausível.Assim, o povo ficaria honrado com seus representantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui