SESSÃO PINGA FOGO Nº 21

1
310

Itamarzão, projeto de última hora é pra não ser cumprido.

Se Robério tivesse a intenção de cumprir as promessas cumpridas, ele teria construído o estúdio de gravações para os músicos da cidade, gastarem menos, quando fossem gravar seus “DEMOS”, e esta foi uma promessa das menores. Se ele tivesse a intenção de cumprir o prometido, ele já teria feito a coisa certa há muito tempo, a prefeitura teria permutado definitivamente o Araujão pelo Itamarzão e feito o que ele está prometendo agora.  Na realidade, ele se deu conta da tremenda insensatez que fez ao mandar derrubar o muro para construir uma rua, onde somente amigos serrão beneficiados e, não o eunapolitano, Robério não pode garantir que ele vai terminar o mandato, ele já sabe o destino que o espera. O projeto que ele irá apresentar na coletiva, foi feito de última hora, pois ele queria derrubar tudo na calada da noite e quando o povo vissem já estaria tudo no chão. Porque ele então não refaz o Itamarzão, e entrega para o esportista eunapolitano possa usar, a Liga Eunapolitana de Esportes, não pode aceitar uma promessa fajuta que dificilmente será cumprida e, se fosse pra ser cumprida, ele já teria feito há muitos anos, na realidade, ele viu que Larissa, irá perder os votos de mais de 2000 mil desportistas e está tentando remendar o rasgo, em pano velho. Com certeza ele não pode garantir o termino do seu mandato, quanto mais a reconstrução do Itamarzão, a Operação Fraternos está chegando ao fim e com ela, o fim da improbidade administrativa em Eunápolis, só se o povo não quiser; aí só DEUS minha gente. Se Robério não consegue terminar o Centro Integrado Esportivo do Juca Rosa que é dinheiro do governo federal, imagina ele cumprir o que está prometendo para o lugar do Itamarzão com dinheiro do município? Quem acredita nas promessas de Robério?

 

Falta de quórum prejudica sessões do legislativo.

A primeira sessão prejudicada, foi feita porque a contas do ex prefeito Neto Guerrieri seriam apresentadas para votação, sendo que alguns vereadores, já tinham discretamente, o parecer de rejeição, a sessão desta 5ª feira 13/09, foi prejudicada porque o presidente da CME, o vereador Paulo Brasil retirou da pauta de votações, o projeto, para que se cumprisse o prazo de Neto interpor a sua defesa, mas é uma faca de dois gumes, se rejeitam as contas de Neto, Baiôco assume a prefeitura: “problemas”, muitos vereadores, vão ter que ajoelhar aos seus pés, para manter os empregos que eles tem por lá,  se aprovam as contas, podem ter problemas com o “chefe”, mas o “chefe” diante da Operação Fraternos que os amigos e puxa sacos, dizem que não vai dar em nada, eles estão empunhar uma arma enferrujada e  sem munições, a situação de Robério está mais feia do que se imagina, e pode ser que não tenha “Habeas Corpus” que salve o resto do seu mandato, então os vereadores, estão num beco sem saída, mas se aprovarem as contas e deixarem que Robério se vire com a “Fraternos”, pelo, menos estarão apoiando um prefeito honesto e transparente, ou então, vão ter que rejeitar as contas e andar de mãos dadas com o desvio de 200 milhões de reais, e nesta hora o eleitor muda o voto, e muda a Câmara Municipal, é pagar pra ver. É que poderá faltar dinheiro para a compra de votos, tem gente “encalacrada” em dívidas de campanha até hoje.

A liberdade de imprensa é só uma farsa, se disser a verdade, é processado.

velha maquina de escrever – Google images freepick

O quadro político este ano está de matar, já não basta a confusão feita pela lei eleitoral, onde uma coisa pode outra não pode, os acordos políticos, onde muitos se achando matemáticos, fazem contas de quem se elegerá ou não, e os observadores, de fora, só olhando o que está acontecendo, ao tecer suas opiniões são processados, porque não podem falar o que está acontecendo e as consequências dos fatos, mas tudo bem. Quem não está acostumado com processos em larga escala estranha as situação. De um lado pode-se falar tudo, mas do outro lado, se falarem alguma coisa, são processados, mas existem documentos que podem salvar uma situação e, diante da justiça colocar as coisas no seu devido lugar, pois pra justiça o que vale é “papel”, é documento e, desta forma, deixa o barco navegar.

Tem grana alta rolando solta por aí

Mesmo que a justiça diga que compra de votos é crime, o que rola a pequena boca, é que, notas de 100 reais e abastecimento de carros, está acontecendo a olhos vistos e à luz do dia. Tudo isto para que alguém possa ganhar as eleições e fazer o que vão lhe mandar fazer. Mas a culpa não é de quem compra, mas sim de quem vende. Existe o ladrão e o receptador, existe o traficante o usuário, então existe quem compra votos e quem vende. Vir com a velha retórica de quem ganha 100 reais hoje por um voto e passa 4 anos passando fome, já deixou de ser uma profecia, hoje é comercio, mesmo sabendo que 100 reais não é tanto assim, num supermercado, vai embora rápido, pode até durar na mesa de “buteco”, pagando cerveja pros amigos, mas, os 4 anos seguintes, serão de calamidade pública, sem medicamentos e, sem médicos nos postos de saúde, com poucos médicos no hospital, mas se disser que vai ter Pedrão, podem levar mais 200 milhões, pode faltar tudo, mas não pode faltar o Pedrão, mas quando morre alguém de uma família que não foi atendida, vão procurar a imprensa para reclamar, já que apoiam a corrupção, nesta hora, seria melhor procurar os corruptos, ai então é que verão com “quantos paus se faz uma canoa”, ou um caixão.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Esta eleição sera um marco na historia de Eunapolis, onde por si só o fato de uma Orcrim (conforme Ministerio Publico) ter um representante como candidato ja é uma afronta aos direitos e bons costumes, e se a população apoia este tipo de compra de cadeira na assembleia da Bahia para uma ponte a prefeitura de Porto Seguro ao termino do mandato de Claudia daqui a 2 anos, tem mais é que viver de pedrao e Deus, só falta os traficantes das diversas facções de Eunapolis lançarem seus candidatos a vereadores tambem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui