Na reunião da Corrente do Bem, Jota Batista diz: “O que fizeram com Neto foi uma violência política”.

0
447

Já estava tudo arranjado, tudo planejado, de antemão já se sabia que votaria a favor de Neto, e ele tinha 5 votos e, depois surgiram mais 4, somando um total de 9 votos a favor, mas, ardilosamente, sorrateiramente, nos bastidores, já estava tudo arranjado e, como Neto precisava de 2/3 do legislativo ou seja 12 votos ele só conseguiu 9 votos.

Porém, antes de começar a reunião, Neto foi aclamado e aplaudido de pé, por todos os presentes, a saber que no local, não havia funcionários públicos, nem ninguém obrigado sob nenhuma circunstância, a aplaudir Neto de pé, como um forte apoio à sua pessoa como político ou cidadão.

Jota Batista,  fez um relato do que aconteceu, das reuniões feitas, pois em certo momento, todos achavam que Neto teria conseguido os 12 votos, pois se já tinha 9 deles, só faltavam mais 3, e na última hora, prevaleceu a ordem do “rei”, mas é rei por pouco tempo e ele já sabe disso, pois respondendo por 2 operações da Policia Federal, a Operação Gênesis e a fraternos,  o próprio Robério já sabe que ele deu um tiro no pé e, depois de afastado pela 3ª vez, ele começará a perder o prestígio conseguido.

Neto Guerrieri lendo a carta do promotor Dr. Dinalmari

Jota batista, teceu os elogios devidos e necessários, e disse que Neto foi nos últimos tempos, o prefeito mais honesto e transparente que Eunápolis já teve. Jota disse que Neto não merece isto e, que não existe um administrador mais idôneo do que Neto, e que nos seus 4 anos de governo, ele não sofreu nenhuma intervenção judicial, e não houve nenhuma improbidade administrativa, ou ação que determinasse uma intervenção da justiça.

Jota Batista disse que o que aconteceu foi uma verdadeira desconstrução da imagem de Neto. Como advogado Jota batista, exemplificou que, no dia 6, não houve quórum, no dia 13 a matéria da votação foi retirada da pauta, mas também não houve quórum, e que este processo estava viciado, pois seriam necessários 72 horas para que a matéria voltasse à pauta, e que o retorno da matéria se deu em apenas 20 horas, e sem nenhuma chance de defesa para Neto falar sobre o fato., para Jota Batista, este dia 20/09, foi um dia de violência contra Neto Guerrieri, foi um dia de violação ao direito de ampla defesa.

Ao final de seu pronunciamento, Jota Batista, disse que Neto irá recorrer, pois suas contas estão legais, o que prejudicou foi o parecer e este será alvo de recurso. Por outro lado, Neto Guerrieri, leu uma carta que recebeu do Ministério público, da pessoa do promotor Dr. Dinalmari, dando conta de que , todas as licitações realizadas no governo Neto Guerrieri, foram lícitas e que ele participou pessoalmente de todas, donde se conclui, que esta carta, será um dos trunfos, para o recurso que Neto impetrará a seu favor.

 

 

 

 

 

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui