APAE comemora seus 30 anos com evento na Câmara municipal.

0
395

Com a presença de ex diretoras e com vários alunos da entidade, a APAE, logo após a sessão ordinária da CME, e a presença inicial de vários vereadores, promoveu um evento, onde a comemoração contou com a presença do mestre Zé Carlos da banda Cheiro de Forró, que executou o Hino Nacional como magistralmente ele faz, por isto é chamado de mestre do acordeom, logo em seguida, iniciaram os discursos de pessoas que tiveram ou ainda tem fortes vínculos com a entidade.

Discursaram a sra. Maria Angélica França Ferreira, vice diretora da APAE, a primeira sócia fundadora da entidade, a sra. Maria Tereza Rosi, Eliel Lima dos Santos que falou em nome dos pais de alunos que estudam na APAE, a psicóloga, Dra. Lea Fantin, o neurologista dr. Pablo Loureiro, a psicopedagoga da APAE Michele Oliveira, a sra. Emília Machado Loureiro e a 1ª dama de Eunápolis a sra. Cláudia Oliveira, representando a sua genitora, ausente por motivos de saúde, quando recebeu flores e homenagem a uma pessoa que devotou a sua vida à APAE, a irmã Terezinha que cuida das crianças do SOS vida, da professora Glória Poeta, que também cuida de crianças e adultos, com necessidades especiais, ASDEFE, E O CMT DA 7ª CIPM Major Crispin, sendo que todas estas pessoas, estão intimamente ligadas a um trabalho social que precisa ser um pouco mais reconhecido.

O neurologista Dr. Pablo, falou o que é esta doença, os vários graus como ela se apresenta, os cuidados que é preciso ter com as crianças, como se detecta e, por ser um profissional da área, precisa de tempo em tempos, falar do assunto, já que em Eunápolis existem mais crianças crentes de cuidados mais especiais, que são as crianças com altismo.

Claudia Oliveira se emociona ao receber homenagens em nome de sua genitora

Dra. Lea Fantim, falou da área psicológica e de como dever ser cuidado ou cuidada cada criança com esta doença, que hoje não, principalmente quando as informações foram evoluindo, e com a criação das APAEs, que não só tem profissionais especializados na área, como também, orientadores específicos para o dia a dia destas crianças e, na oportunidade pediu aos vereadores, que olhassem mais para a APAE, pois a necessidade do dia a dia é, muito grande e precisa de uma atenção maior do legislativo municipal.

O conhecido radialista Zezinho foi o mestre de cerimônias do evento

Os discursos, foram direcionados ao trabalho que a APAE faz, o que ela representa para os alunos que sofrem da síndrome de down, o que é esta doença, o trabalho que é feito e que ainda precisa ser feito e, por isto, é necessária a ajuda de toda a comunidade.

Depois de todos os discursos, foram oferecidas flores às precursoras  da APAE, e em seguida para finalizar o evento, foi servido um coquetel a todos os presentes.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui