EDITORIAL – O rio Jequitinhonha e as chuvas, até quando a ponte vai resistir?

0
346

Os comentários são os mais adversos, fotografias são mostradas a todo instante, mas acontece que as chuvas estão caindo e, só do alto, assim como caem as chuvas é que vem a determinação se as chuvas vão parar ou vão continuar, mas aqui embaixo, todo mundo está apreensivo, pois com os pilares abalados, pode ser que a ponte aguente, mas pode ser que caia, e quem usa a referida ponte já começa a sentir um pouco de medo, pois é uma catástrofe anunciada.

Porém todo mundo reclama, mas ninguém se dá conta de que os ônibus da empresa Brasileiro e, os demais com outros nomes, trafegam pela referida ponte de todos os lados, a empresa Brasileiro e suas denominações, exceto Itapemirim, São Geraldo e novo Horizonte, pois as demais são empresas de turismo, é que faz a maior volume de transportes pessoais de toda a Bahia, e também é a corre maior perigo.

Mas a referida empresa está nas mãos do deputado Ronaldo Carletto, que já poderia ter movimentado a máquina administrativa do estado e da união, para uma ação de emergência, como por exemplo, convocar através do governo, o serviço de engenharia do exército e uma ponte móvel, já estaria atendendo com segurança à ponte velha e, tem mais, como uma dos deputados mais votados nesta última eleição, ele tem por obrigação de tomar medidas e atitudes, pois é por ali que seus passageiros são transportados, por toda a Bahia, pode até ser que ele já tenha tomado estas iniciativas, mas como ele não gosta da imprensa, fica a cobrança do rota51.com, e é uma cobrança muito séria, em favor de todos que transitam pela referida ponte, ou será que ele vai esperar a ponte cair, pra ele fazer uma emenda parlamentar, pra consertar o que já deveria ter sido destruída e reconstruída há muito tempo.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui