A nova delegacia de Polícia Civil já está em fase de acabamento e em pleno atendimento.

1
558

A primeira delegacia de Polícia Civil chegou a Eunápolis no governo de Arnaldo Guerrieri, e junto com a delegacia também chegou a rodoviária, o governador do estado à época era João Durval.

Mesmo depois de tantos anos e, as necessidades de ampliação e renovação do prédio, tudo continuava do mesmo jeito, até que o Dr. Moisés Damasceno, em sua volta a Eunápolis e chefiando a 23ª CORPIN, foi que, aliado ao seu trabalho de delegado, ele começou a instituir que já havia passado da hora de Eunápolis, ter uma nova delegacia, mais humanizada, com mais espaço para atendimentos e, sobretudo, dando mais dignidade a quem trabalha e a quem procura a delegacia para suas queixas e reclamações.

Em fase final, a chegada de viaturas e presos
Equipe da Delegacia Territorial

A reportagem do rota51.com, fotografou a obra desde os primeiros serviços, porém com problemas técnicos, as fotos foram perdidas, porém na manhã desta 5ª feira 20/12, a reportagem foi até e nova delegacia e fez os registros devidos e necessários, par mostrar a sociedade, as novas instalações, locais de atendimento e sobretudo, como funcionará a nova delegacia.

Logo na chegada, o atendimento geral, depois cada caso será encaminhado ao se devido setor. Como Eunápolis não tem ainda e, já devia ter há muito uma DEAM, delegacia de Atendimento à Mulher, e se não tem, é por falta de comprometimento do governo do estado e a secretaria de segurança, mas Dr. Moisés, não deixou passar despercebida esta necessidade, pois quando uma mulher chega para registar uma queixa, se for por espancamento, abuso sexual ou de outra ordem pessoal, ela é encaminhada ao delegado Dr. Bernardo em uma sala especial par ao seu atendimento específico.

Quando chega uma viatura, quer da PM ou da Civil, com um ou mais presos, estes entram pela porta de outro setor, sem nenhum contato com o atendimento público.

A reportagem também esteve conversando com Dr. Moisés sobre outros assuntos, principalmente sobre desaparecidos, Dr. Moisés disse que sempre houve pessoas com passagens ou com envolvimentos, desaparecidos, mas que, muitos corpos foram descobertos enterrados em covas rasas e que no momento, apenas 3 pessoas continuam desaparecidos, dentre estes, o ex candidato a vereador, onde somente a sua moto foi encontrada.

No entanto o novo prédio, já está em pleno funcionamento, com atendimento específico para a sociedade, onde agora, tanto os investigadores, como os delegados, contam com um local para seus plantões com alas femininas e masculinas, onde todos poderão desfrutar de um descanso reparador, a prova disto, a reportagem mostra a atual sala da delegacia territorial, onde cada investigador tem a sua mesa de trabalho com espaço para somente o trabalho, já que antes, a “territorial” além de tudo era também um local onde era estocados produtos apreendidos, agora como tudo está em seu devido lugar, o delegado Dr. Moises disse que há alguns dias, a cidade não registra uma morte pelo tráfico de drogas e, com sua nova equipe, o índice de criminalidade caiu bastante, e de acordo com as investigações, os crimes cometidos contra os ciganos onde um foi morto e outros foram emboscados, os mandados de prisão já foram expedidos e os criminosos identificados, agora só falta prende-los.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não cansamos de parabenizar ao delegado Moisés Damasceno e demais envolvidos nesse projeto. São de pessoas assim que precisamos para buscar melhorias para nossa querida cidade. Muitas vezes, ficamos de braços cruzados, reclamando e cobrando quando podemos ser parte na solução do problema. Sabemos do descaso da Administração Estadual na falta de estrutura e condições de trabalho aos nossos policiais, mas, somente reclamar não adianta, temos de agir…

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui