Projeto “Poesia na praça”, pretende levar sem aviso, cultura nas praças de Eunápolis.

0
222

O projeto é mais uma criação pessoal do que mesmo, um projeto do município para mostrar a importância da cultura em todos os lugares. Lembrar que Eunápolis já foi citada e descrita, como o maior povoado do mundo, é no mínimo uma forma de escrever a história cultural da cidade, mas al invés disto, o prefeito vai a uma praça onde existe um coreto, quando muitas outras cidades reestruturam e conservam, ele destrói o que não ajudou a construir.

A chamada praça da Matriz tinha um coreto para apresentações culturais, o prefeito derrubou, agora virou uma praça sem graça apenas com um parquinho, que dentro em breve vai acabar ficando tão deserta quanto antes. Na praça da matriz, é feita a exposição de flores no “Eunápolis em flor”, já se apresentaram artistas como Jackson Costa, Xangai, dentre outros, muitos eventos culturais já foram apresentados ali, e o prefeito vai lá e destrói o único patrimônio histórico da cidade, porém, dando um passo atrás, surge um pensamento, será que as apresentações artísticas estavam maculando a Igreja e a Igreja mandou destruir o palco? Seria no mínimo inacreditável, mas não de todo desprezível este pensamento. É um caso a se pensar, isto não é uma acusação, mas simples suposições.O desafio fica no ar, se foi o prefeito o autor da brilhante ideia, ele que dê um jeito de repor o que ele destruiu, mas se foi a igreja, o Papa precisa ficar sabendo desta ideia estapafúrdia, e ao mandar reconstruir o palco, ainda terá de pedir desculpas ao eunapolitano, como já pediu desculpas ao mundo pelas, mortes causadas, pelas acusações de pedofilia na igreja e assim, devolver o que não ajudou a construir. Este comentário vem seguido de uma notícia da matéria a seguir.

O rota51.com registrou nas praça do bairro Juca Rosa, o programa “poesia na praça”, produzido e idealizado pela artista Rosângela Nascimento, escritora, atriz, poetiza, declamadora e sem nenhum apoio, e com uma caixinha de som (nenhuma crítica) de sua propriedade, foi para a praça, se transformou em uma de suas personagens e apresentou o seu trabalho. Isto é cultura, isto é produção artística independente, isto é vontade de contar histórias, isto é apresentar para os pais e crianças, um pouco de criatividade, arte e cultura, já que o município, não tem uma administração, com algo tão importante voltado para a educação, quanto a “cultura”, por isto o rota51.com foi até o Juca Rosa, em uma praça pública, onde o jovem se reúne para a prática de esportes e, na tarde desta 6ª feira 11/01, onde pais e mães, levaram suas crianças para uma diversão diferente.

A próxima apresentação será no próximo dia 19/01, na praça da bandeira, com a apresentação de poesias, cantorias, apresentações literárias e o reisado e, outras atrações culturais, o evento começará às 10 hs, pegando todo público da rua, principalmente contando com o comércio aberto.

Porém o apoio a este evento, como sugestão do rota51.com, poderá ser com doação de som, brindes para sorteios, isto servirá para levar à criançada e seus pais, um pouco de diversão, cultura e entretenimento, para a população que se fizer presente no local, advindo das compras nas lojas da av Porto Seguro.

Poderia ser na praça da Matriz, mas destruíram o palco, o coreto, ou seja lá o nome que quiserem dar, mas agora, será na praça da bandeira, onde os donos são os moradores de Eunápolis e o povo é quem realmente manda e, não quem quer ser rei, sem ser majestade.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui