Academias estão abandonadas, é hora de uma retomada de um patrimônio do povo.

0
322

A reportagem do rota51.com visitou ontem duas academias jogadas fora, a do Gusmão e a do Dinah Borges, a academia popular do Gusmão tem quem toma conta e está em melhores situações, mas a do Dinah Borges está jogada fora e no meio do mato.

Por outro lado, é sabido que a manutenção destas academias tem que ser feita pela prefeitura, e a contratação dos professores também, mas isto não acontece e os equipamentos estão deteriorando sem uso.

Há necessidade de professores de ginástica, educação física, dança, judô e, Caratê, para que a população possa fazer uso em favor da própria saúde.

As referidas academias foram construídas no governo Neto Guerrieri e talvez por isto, o prefeito Robério Oliveira, não queira reativa-las, por terem sido construídas por um prefeito antagonista ao seu governo, mas então existe uma solução para isto, porque o município não faz uma consulta à procuradoria do município, e se for possível, busque parceiros, como Rondelli, Atacadão, Cambuí, até mesmo a própria Veracel, para que estas empresas patrocinem professores, colocando suas marcas nas academias e o povo possa usa-las em todos os horários.

Se bancos oficiais como CEF e BB patrocinam times de futebol, empresas eunapolitana podem também, muito bem, patrocinar professores e instrutores para estas academias, mas sem politicagens, sem essa de vereadores fazerem indicações, se as empresas vão patrocinar, que as empresas também selecionem o pessoal capacitado e a prefeitura só faz a manutenção dos equipamentos e construções.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui