Contas do 3º quadrimestre de 2018 são entregues na Câmara Municipal

0
266
Presidente da comissão Paulo Brasil e o secretário Luiz Otávio

Não durou nem 10 minutos, a prestação de contas do município e da CME na manhã desta 3ª feira 26/02, embora o auditório da CME estivesse vazio, nem mesmo alguns assessores como é de costume, se fizeram presentes, e da imprensa, apenas 2 representantes e, em detrimento das apresentações anteriores, o que aconteceu nesta 3ª feira foi um vexame. 1º, o atual presidente da comissão de contas e orçamento Paulo Brasil iria apresentar as suas próprias contas, de quando ele foi presidente da CME em 2018, por outro lado o representante do município, o secretário Luiz Otávio, apenas entregou a Paulo Brasil, a documentação da prestação de contas.

Na última prestação de contas, a reportagem do rota51.com cobrou do secretário Luiz Otávio, uma prestação de contas específica sobre a arrecadação da “ZONA AZUL”, pois é um dinheiro exclusivo, para a sinalização da cidade, ou seja, sinalização horizontal e vertical e, como foi prometido não foi cumprido, pois não existe a referida amostragem da arrecadação da zona azul, só se ela está com outra nomenclatura, e se estiver, é uma forma do prefeito enganar o povo, isto se dá, quando em uma prestação de contas, troca-se o nome de uma arrecadação por outra e, aí o dinheiro não aparece e, a cidade está um caos, sendo que só as demarcações da zona azul foram repintadas, mas as faixas de pedestres, a colocação de semáforos, nada disto foi agilizado, com o dinheiro da zona azul e, uma outra amostragem que não foi mostrada é: “para onde está indo o dinheiro das multas de carros e motos na cidade”? A isto se dá o nome da IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, e, que precisa urgentemente ser investigado pelo Ministério Público, pois é um dinheiro que entra e não se sabe para onde vai. É uma pena que o povo sabe cobrar da imprensa; transparência, jornalismo independente, mas o próprio povo não ajuda a fiscalizar, por outro lado a Câmara de vereadores, só tem 4 opositores, com tudo na mão, o prefeito faz o que quer, como quer e do jeito que quer, desta forma, não tem Ministério Público que aguente, e sobretudo com uma prestação de contas, tipo: “Carta marcada”.

Para que se tenham uma noção do descaso municipal, vejam os slides da apresentação:

Apresentação Audiência Pública 3º Quadrimetsre.2018

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui