Saúde nos bairros, o município faz, mas o povo não ajuda.

0
379

Aconteceu na Câmara de Vereadores na manhã desta 3 feira, 26/02, no auditório menor da CME, uma reunião entre agentes de saúde e segurança, e os administradores de bairros, o encontro serviu para mostrar aos administradores, o que terá de ser feito, para minorizar a situação dos bairros e uma melhoria na saúde de todos.

Estiveram presentes representantes de todas as áreas de saúde como: SAE/CTA; VIGILÂNCIA SANITÁRIA; DEFESA CIVIL; CCZ; VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA, VIGILÂNCIA AMBIENTAL, SAÚDE E TRABALHO, tudo isto para que os administradores de bairros, possam buscar ajuda para os seus bairros, dentro das necessidades de cada um.

A responsável por tudo isto Kelly Rebouças, falou para a reportagem que, as reclamações são muitas e por isto, existe uma necessidade premente de um atendimento específico, para cada situação. Dentro em breve começará a  castração de animais, combate aos escorpiões e cobras, limpeza dos bairros e a começar pela Renovação, Paquetá e Arnaldão.

As reclamações são diversas, dentre uma delas, são as mangas que são alugadas para animais e estes, disseminam pelas residências, além de animais peçonhentos, o “carrapato”, por outro lado, lotes vazios e sujos, são de responsabilidade dos seus proprietários, mas estes não ligam para seus imóveis, e a prefeitura vai e faz a limpeza, e estes donos omissos são vão saber do custo quando vão pagar o IPTU, para muitos a notificação deveria ser imediata.

Mas de qualquer forma, agora é preciso que o prefeito permita que este trabalho seja feito, pois nada no município pode e deve ser feito sem a sua permissão e, com esta atitude, muita coisa que poderia ser feita, tem que esperar pela permissão do prefeito, que no momento está mais ocupado com seus processos e julgamento do que com a cidade, mas para o bem do município, espera-se que este trabalho seja feito e, que a população venha se beneficiar destas ideias, mas o povo também precisa colaborar, porque embora, o prefeito esteja sendo um pouco omisso, o prefeito e seu secretariado, não podem ser responsabilizados, pela imprudência dos demais, como por exemplo: “uma pessoa faz uma reforma em sua casa e joga na rua o entulho”, cada um, deve ser responsabilizado pelos seus próprios atos.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui