7 de setembro, 197 anos de uma quase independência, mas comemora-se assim mesmo.

0
404

Embora se comemore em todo 7 de setembro aniversário da independência do Brasil, porém, ainda não está tão independente assim, o Brasil, ainda continua dependente do bom senso de uns, e da ganancia de outros, o que configura como sendo um país corrupto e que atrasa todo contexto, quando se morrem na fila dos hospitais, e muitos sem nenhum atendimento, quando crianças vão à escola aprender prender alguma coisa, mas não se pode falar, porque, mesmo sendo um dos menores IDERB do mundo, termômetro que mede o índice de uma educação competente, mesmo assim, ainda se comemora a Independência do país, na esperança de um futuro melhor.

Em Eunápolis, em mais esta comemoração, escolas municipais, clubes de serviço, corpo de bombeiros, dentre outras entidades, foram às ruas, demonstrar às crianças um pouco de civilidade, patriotismo e, contar um pouco da história de um país, considerado um dos melhores do mundo, assolado apenas pela corrupção política, que está difícil de erradicar, mas mesmo assim, o 7 de setembro em todo país, acontece de forma ordeira e patriótica.

Porém a esperança de que um dia, os brasileiros posam realmente acreditar e se sentirem patriotas, possam levar o Brasil a ser um dos maiores países do mundo, com civilidade e confiança, e que, contudo possa ser uma dos países mais ricos, que as riquezas possam ser realmente brasileiras, e que o fogo não destrua nunca, a beleza deste país.

No desfile deste 7 de setembro, no palanque oficial, estiveram o prefeito Robério Oliveira, um dos 3 poderes da nação, o presidente da câmara Municipal, o vereador Jorge Maécio, outra autoridade constitucional, o CMT da 7ª CIPM o major Vagner Ribeiro, o Cap. Azevedo possivelmente o futuro comandante do grupamento do Corpo de Bombeiros da PM em Eunápolis, Dr. Moisés Damasceno coordenador da 23ª CORPIN, Eduardo representando a PRF, este ano, no palco montado este ano na Avenida Duque de Caxias, o prefeito Robério Oliveira, vereadores, representantes da Polícia Militar, Civil, Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros, secretários municipais, e demais autoridades apreciaram todo o evento.

Este ano, o acontecimento teve um lema a ser estudado com muito cuidado, para que não seja desvirtuado em seu princípio básico, “Direitos Humanos: Fundamento da Liberdade, da Justiça e da Paz”, o tema é muito propício, melhor ainda quando aplicado nos seus devidos lugares.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui