Câmara Municipal teve sessão prejudicada no retorno do intervalo regimental.

0
299

Antes de começar a sessão, o vereador e presidente da CME, falou aos presentes, sobre a sua ausência na semana passada e, passou 10 dias em isolamento, o que não é fácil, pois o vírus é mortal e insuportável, mas que ele, contou com as orações de amigos e de familiares, apoio de todos e agora, depois de novos exames, ele está livre do vírus e liberado pelos médicos par um novo convívio social.

Agora com o painel eletrônico não precisa mais de chamada oral, com o número de vereadores com quórum correto, a sessão foi iniciada com a leitura de um trecho Bíblico, a oração do PAI NOSSO, a leitura da Ordem do dia e, da pauta com projetos e indicações para votação no final da sessão, a ata da sessão anterior foi lida e aprovada e depois, todos foram para o intervalo regimental, quando se faz um lanche e toma o cafezinho, para o retorno aos trabalhos.

Foi nesse momento que o presidente do legislativo Jorge Maécio, viu que muitos dos vereadores, antes presentes, neste momento se ausentaram e faltou quórum para o reinicio da sessão, a partir daí o presidente encerrou a sessão anunciando, uma sessão extraordinária para a próxima 2ª feira, quando os projetos poderão ser todos analisados e votados.

Mas antes, a reportagem do rota51.com, fez uma entrevista com Jorge Maécio, que mostrou indignado com situação e, expressou a sua opinião de legislador, falou de sua ausência na sessão da semana passada, em relação ao processo seletivo e a situação dos professores seletivados, vejam o vídeo na íntegra e, a opinião do legislador:

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui