Conflitos da terra, uma reforma agrária que não conserta nunca, já nasceu errada…

1
1299
Cooprdenadores do MTI e o deputado Marcelino Gallo

…e vai ficar difícil de consertar, isto pelo fato de o governo não ter feito a coisa de forma correta, e a gora depois de anos, vai ser difícil de consertar, a menos que o povo se conscientize de como fazer a reforma agraria e se adequar, ao programa, sem política, sem partidos políticos, e sem ideologias e politicagens, isto só para consertar o que deveria ter sido feito da melhor forma possível.

Na tarde desta sábado, a reportagem do rota51.com conversou com o coordenador regional do MTI Uedson Souza Santos, mais conhecido como “Gazo”, que retornou recentemente á lides á frente do seu movimento, e ao falar à reportagem, disse que em Salvador se encontrou com diversas autoridades do setor, na busca de um entendimento, no assentamento de mais de 400 famílias, sem nenhum momento litigioso, fazendo tudo dentro da normalidade e, por isto, tem trânsito livre na capital do estado, no trato da liberação de terras pelo INCRA,  para acomodações definitivas das famílias que ele coordena.

Gazo buscando junto às autoridades, solução para os problemas da terra.

Gazo mostrou á reportagem, documentos antigos, desde que ingressou nesta luta, sempre buscando documentalmente, o apoio oficial para estas famílias, para ele, Gazo, esta questão de roubo de madeiras, queixas delegacia, tudo isto, poderia ter tido um final feliz há muito tempo, se o próprio governo, tivesse tido interessem em colocar tudo dentro da normalidade.

O portal de notícias rota51.com, já publicou em matéria anterior que a Veracel Celulose, grande interessada em cessar os seus prejuízos, tanto com a invasão de terras como o corte ilegal de madeiras, titulou 16 mil e 500 há de terras e entregou os documentos para o ex governador Jaques Wagner e este engavetou os documentos e que agora, devem obrigatoriamente estar nas mãos do governador Rui Costa, e que tem até o final do seu mandato, o poder de resolver todas estas questões.

Secretaria de Estado da Agricultura

Portanto Gazo ao falar com a reportagem do rota51, disse que dentro em breve estará se reunindo com o secretário de agricultura Alic Maia (Maia da Maia som) e o secretário de meio ambiente, Lourenço Oliveira, para tratar de assunto concernentes ao setor, por outro lado, Gazo também tem ao seu lado representantes de outras associações como: Associação de produtores rurais Crescendo em Fé com seu coordenador Pedro Paulo Amaral de Teixeira de Freitas, Associação Antônio da Silva da coordenadora Rose e de Raimundo da Urbis I, com o Deputado Marcelino Gallo, Alvares Rossi coordenador executivo do CDA-Ba, Dr. Mário procurador da CDA, dentre outras autoridades ligadas ao setor de reforma agrária, e ainda mostrou uma lista de materiais, como máquinas agrícolas, plantadeiras, colheitadeiras, para os assentados sob a sua coordenadoria.

 

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Isso aí Gazo a luta é essa aí, vamos partir para cima e tudo vai dar certo, gostei demais do que eu vi! Agora só depende do Fernando passar os documentos da lista e aí creio que já irá ser concretizado! Parabéns!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui