Diretor médico do HRE pede demissão: “é difícil brincar com a vida dois outros”.

2
1746

O pedido foi feito pelo diretor médico do HRE Dr. do HRE Dr. Rodrigo Almeida, de acordo com a nota recebida pela redação do rota51.com, Além de dever fornecedores, faltam medicamentos, como denunciou o vereador Ramos filho e diretor Administrativo do Hospital Ramos, que a entidade que dirige, enviou ao HRE medicamento para um procedimento de obstetrícia.

Os médicos, segundo a nota, não denunciam por medo de retaliações que podem sofrer, também não abandonam o HRE, por respeito á vida das pessoas que procuram a referida unidade de saúde.

Segundo o relato, o HRE não tem sequer coagulante, para uma cirurgia, estão sem campo e insumos para realizar procedimentos, no HRE falta realmente, até o básico.

O prefeito que é o gestor municipal, administrador das verbas públicas, se elegeu para administrar uma cidade de 120 mil habitantes, também não fala nada, e a população, também de cala e muitos até, chegam a elogiar a atual gestão.

Eunápolis há muitos anos é vítima da corrupção e desvios de verbas, alguns prefeitos já foram afastados por vários tipos de deslizes, que são chamados educadamente de “improbidade administrativa”, deixaram professores sem pagamentos, o HRE foi tirado das mãos do estado, porque com certeza acharam que a grana era boa, e depois renunciaram o direito de serem responsáveis pelo desastre acontecido, a atual gestão, aliás a 3ª gestão de Robério Oliveira, e depois das operações da Polícia Federal Fraternos com denúncias de desvios de 200 milhões de reais, ao invés de fazer direito, ainda se envolveu com a operação Gênesis em Porto Seguro junto com a esposa Cláudia, em mais 16 milhões, na licitação fraudulenta do transporte escolar, a saber que já vinha desde cedo falando em desvios, que gerou  a história do “agulhão”, que pode até ter sido uma brincadeira, e acredita-se de que realmente foi, pois quando se toma uns drinques, fala-se demais, mas agora, depois de todas as operações da PF, a coisa muda de figura, mas diante de tudo, o que não se pode fazer é brincar com a saúde das pessoas, com a necessidade de pais de famílias, de grávidas e parturientes, mas ainda resta uma pergunta a ser feita: “E pra onde está indo a verba carimbada da saúde? O governo do estado, tão amigo, tão solicito, tem enviado a contrapartida da saúde para o município? A verba do SAMU está indo para onde? Será que o que corre pelas ruas da cidade é realmente verdade? Que o custeio de advogados para manutenção de liminares, é mais caro do que manter a saúde da cidade? A reposta só pode ser dada pelo prefeito e, a melhor delas, é a melhoria instantânea da saúde, para dar a verdadeira dignidade, que o eunapolitano merece.

Não adianta fazer selfies nas portas dos outros, é preciso que o MP seja provocado, é preciso que sejam feitas denúncias ao MPF, à justiça fazendária, ao MPF principalmente, pois a grana da saúde é federal, e agora?

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E se faz uma caminhada em plena sexta feira obrigando os servidores a comparecerem com fechamentto dos postos de saude e todo atendimento da saude, de forma sórdida gastando o dinheiro da publicidade do outubro rosa, enquanto o hospital não tem estrutura para atender uma parturiente, e alguns idiotas ainda ficam endeusando este verme.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui