Hospital Regional continua sem referência de saúde, mãe da luz no corredor e seguranças ajudam.

0
898

Depois que o HRE foi irresponsavelmente municipalizado, a coisa foi de mal a pior, no governo de Neto Guerrieri, que muita gente diz não ter gostado de sua administração, ele ao deixar a prefeitura deixou o HRE com 10 leitos de UTI, mais a UTI infantil, houve poucas reclamações, mas depois de Neto a coisa foi de mal a pior, depois do Secretário de Saúde Dr Mário Gontijo, o regional de trocou de secretário, diretor e de nada valeram as trocas, exceto no tempo de Tito, que quando havia qualquer problema, ligavam para a sua residência e ele, prontamente, ia ao HRE e resolvia o problema, hoje é diferente, mesmo que o prefeito tente ajeitar as coisas, ao que parece, nada se ajeita.

Não se sabe se Robério quer de fato arrumar a saúde, ou se quer apenas, maquiar um rosto que já se deteriorou com o tempo. A redação do rota51.com, recebeu um vídeo e junto com ele a descrição do fato.

De acordo com informações uma senhora, grávida chegou já em trabalho de parto, e o atendimento foi rejeitado por uma enfermeira, já que o seu trabalho seria o de acolher a jovem mãe e, coloca-la a disposição do médico, mas de ac ordo com as informações obtidas, o HRE já estava a 24 hs sem um médico obstetra, porém quando a parturiente, retornava ao setor de atendimento, ela entrou em trabalho de parto, e foi ajudada, amparada, socorrida pelos seguranças do HRE, como mostra o vídeo, ela retornou imediatamente, para dentro do HRE, o que não era preciso, se ela tivesse sido atendida pela enfermeira na primeira vez. Ou seja, a omissão de uma profissional de saúde, por pouco não colocou em risco a situação da grávida e nem do bebe.

Agora só resta uma pergunta e o prefeito é quem tem de responder: “Já que a direção do HRE é de sua responsabilidade, onde está o diretor?” A enfermeira que recusou o atendimento, já que o HRE estava a 24 hs sem médico, já foi identificada, o que não é difícil, o que irá acontecer com ela? Será Sr prefeito, que a saúde de Eunápolis está realmente sendo bem cuidada, ou os seus colaboradores diretos, são realmente competentes para o setor onde estão locados? Esta é uma resposta que tem que ser dada, pois a população que acreditou nas suas propostas, votaram, elegeram, esperam pelo menos uma saúde mais acolhedora e competente.

Este ano é ano de eleições, já passou da hora do eleitor eunapolitano, deixar de votar em sacos de cimento, telhas, caminhões de areia, cestas básicas, pagamentos de água e luz, já passou da hora do eleitor eunapolitano que clama por uma saúde melhor, deixar de votar em vereadores ou em futuros vereadores ambulância, deixar de votar em pré candidatos que ficam transportando gente pra baixo e pra cima, porque, depois de eleitos vão se tornar a mesma coisa que muitos fazem, ficam devendo favores ao prefeito e depois suas esposas ou filhas, terão de dar à luz a filhos ou netos em corredor de hospital.

“Pelo que se sabe, a direção do HRE já emitiu uma nota oficial sobre o fato, tão logo a mesma seja enviada à redação do  rota51.com, a mesma será imediatamente publicada.”

Ah! E para completar, evitem votar nos “LARANJAS”, POIS O DESASTRE VAI SER O MESMO.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui