KATHARINA ENGENHARIA, um trabalho de pavimentação e conservação da malha viária em todo extremo sul da Bahia.

0
506

Quando uma empresa começa a crescer e despontar no cenário empresarial de uma cidade como Eunápolis com mais ou menos 120 mil habitantes, muitos colocam em ‘xeque” tudo que advém da referida empresa, mas e quando a mesma empresa, demonstra capacidade técnico- empresarial, prestando serviços públicos e particulares, demonstrando competência e competitividade, o que se há de dizer?

Recentemente, a Katharina Engenharia, fez um demonstrativo de serviço para a Veracel Celulose e, o rota51.com mostra o que foi feito e mostrado para a contratante, mascando presença empresarial em todo o setor.

       Prestação de serviço: Conservação viária em 22 KM na BA – 687, que liga a Fábrica Veracel Celulose à BR – 101, com limpeza manual e mecanizada das obras de arte de drenagem da pista de rolamento, roçada no entorno das placas de sinalização (raio de 1,5), poda de arbustos e vegetação invasora que possam prejudicar a visualização e manutenção do trecho.

1           PERÍODO DE EXECUÇÃO

INÍCIO 25/03/2019

TÉRMINO 28/10/2019

A atividade de conservação viária foi executada de forma que pudéssemos atender em paralelo a atividade principal do contrato que é o serviço de recuperação asfáltica (tapa buraco), em virtude disso conseguimos conciliar os dois serviços. Computando apenas os dias corridos da atividade de conservação viária e harmonizando o fator climático com a atividade que foi executado em 22 km da BA-687, foi totalizado o atendimento de 74 dias, sendo executado a limpeza de sarjetas e poda de arbustos.

2           RELATÓRIO DE OPERAÇÕES

5.1 EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS

  • Caminhão basculante transporte dos entulhos;
  • Mini carregadeira (bobcat)
  • Veículo de apoio;
  • 02 roçadeiras;
  • 01 soprador;

1           SEGURANÇA

6.1 EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA (EPC`S) E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI`S)

Para a segurança coletiva e dos colaboradores, foram utilizados:

Placas de sinalização vertical, mínimo de duas em cada lado da rua;

  • Cones plásticos coloridos interligados ao longo do trecho da atividades com a equipe de trabalho;
  • Bandeirinhas com pare e siga e rádio comunicar nos dois sentidos da via,
  • Área de vivencia na frente de trabalho, para descanso e horário de almoço dos colaboradores.

Por outro lado a engenheira responsável pelo serviço, Dra. Giullia, à reportagem ela explicitou que os trabalhos são feitos alternados, quando chove o trabalho é só de conservação da malha viária, e quando o tempo muda para dias ensolarados, são feitos os trabalhos de pista como o serviço de tapa buracos, com isto, há uma agilização dos trabalhos, demonstrando assim agilidade, competência e a certeza de um trabalho bem feito, por onde passam praticamente todos os veículos e caminhões carregados de madeira para a Veracel Celulose, isto sem contar com o fato, de que uma equipe permanece todo tempo, para a execução de todos os serviços necessários, para a manutenção das rodovias em questão, principalmente a BA 687, conhecida como a “rodovia do papel”.

As fotos da referida galeria, mostram o antes e o depois, da BA 687, demonstrando a preocupação da Veracel em manter vias bem conservadas para acessos livres para todos e, da Katharina Engenharia, em satisfazer o cliente,  como forma de manter a referida BA em perfeitas condições de tráfego e trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui