Quando o gado começa a morrer, a ADAB precisa saber e, já está sabendo.

0
1363
 O produtor rural Arilton Bahia (Rica), Cláudio gerente da ADAB e o produtor rural Ailton Bahia.
O produtor rural Arilton Bahia (Rica), Cláudio gerente da ADAB e o produtor rural Ailton Bahia.

Até o momento, os produtores rurais, estavam tendo apenas problemas climáticos, com a falta de chuva, pastos queimando pelo sol inclemente e os rios secando.
A crise começou em meados de setembro, fins de outubro, mas agora em novembro a situação piorou muito, quando alguns produtores rurais começaram a perder cabeças de gado, e os prejuízos começaram a se avolumar, prejudicando em todos os sentidos, desde o pagamento salarial e o 13º salário de funcionários, a necessidade de cumprimento de empréstimos bancários até a morte do gado.
Na manhã desta 4ª feira, os produtores rurais, Ailtom Bahia e Arilton (Rica) Bahia, fizeram uma reunião com o gerente da ADAB, o veterinário Dr. Cláudio Wermelinger, para que inicialmente juntos e depois, junto aos demais produtores rurais, os mesmos que se reuniram na sede do sindicato da categoria, na 2ª feira 14/12, para que a ADAB possa tomar uma posição junto aos pecuaristas, no sentido de agilizar informações que possam permitir que através do Sindicato dos Produtores Rurais, os referido produtores posam ter dos bancos oficiais, a prorrogação do pagamento das dívidas adquiridas em virtude de pagamentos anteriormente realizados.
De acordo com os referidos pecuaristas, com a falta de capim e a seca dos rios, tanto o gado de corte como a tiragem de leite, estão severamente prejudicados, e não tendo o que vender, o pagamento das parcelas nos bancos também estão prejudicados, principalmente quando o gado começa a morrer no pasto, principalmente por falta de água, já que muitos produtores rurais, para não ver o gado morrer, estão comprando ração, para evitar a perda do rebanho e, com isto evitar um maior prejuízo, tornando maior ainda a reposição do gado, que com a situação climática atual, nenhum produtor vai querer comprar bezerros para vê-los morrer no meio das mangas sem capim e sem água.

Entendimentos de como a ADAB poderá ajudar aos produtores rurais.
Entendimentos de como a ADAB poderá ajudar aos produtores rurais.

Dr. Cláudio, gerente da ADAB, garantiu neste primeiro contato direto com os pecuaristas, que irá entrar em contato com a direção do órgão em Salvador e saber o que deverá e poderá ser feito, pra mais uma ajuda a todos os pecuaristas da região. E tem mais, como sempre acontece nesta, espera-se que o capim seco não comece a pegar fogo, o que irá prejudicar ainda mais a região, pois o sol quente, sem chuvas, ou seja, um índice pluviométrico baixíssimo, o fogo é o pior inimigo neste momento, o produtor rural sem ajuda, e com problemas desta natureza para resolver, ficará ainda mais exposto à todo tipo de dificuldade, capim pegando fogo, gado morrendo no pasto, rio principal da região secando e ainda por cima bancos pressionando os produtores para o pagamento da dívida.
Torna-se inaceitável a condição do produtor rural, que ainda por cima, tem que administrar a burocracia institucional, mesmo com a catástrofe á vista. O prefeito já decretou “estado de emergência” agora so falta os governos estadual e federal, darem o apoio aos produtores rurais que estão pedindo, embora o governo petista esteja neste momento tentando salvar a própria pele pela corrupção em que se meteu, é preciso também parar um pouco e olhar para quem, chuta a corrupção e coloca a comida na mesa destes mesmos governantes e seus “paus mandados”, que carregam altos valores da corrupção e não se dignam em ajudar aos pecuaristas da região.

E de acordo com o que a reportagem do rota51 tem observado, o índice de trabalhos da ADAB é muito grande e faltam servidores para cumprir todas as demandas, determinações e obrigações afetas ao referido setor de fiscalização.
Acessem estes links e vejam matérias anteriores referentes ao assunto.

1ª matéria
http://www.rota51.com/home/10/12/2015/sindicato-dos-produtores-rurais-pede-ajuda-a-autoridades-contra-acoes-bancarias/
2ª matéria
http://www.rota51.com/home/14/12/2015/prefeito-neto-guerrieri-decreta-estado-de-emergencia-em-apoio-aos-produtores-rurais/

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui