Rede Globo na contra mão da cultura nordestina.

0
218
grande-festa-junina-Campina Grande-PB

Como todos sabem e sempre esperam, o mês de junho é o mês da tradição cultural das festas juninas, mas este ano, o fatídico COVID 19, fez com esta tradição fosse desfeita e os brasileiros, terão de ficar apenas com a lembrança das grandes festas juninas, da quadrilha das batatas assadas na fogueira, no quentão e no forró, no baião do saudoso Luiz Gonzaga e, hoje tão bem representados pelos seguidores do Rei do baião, e no nordeste inteiro ainda hoje, Flávio José, Flávio Leandro, Santana, já na Bahia temos Edgard Mão Branca, Adelmario Coelho,  dentre outros que a mídia não mostra, bandas como Staka Zero, o eunapolitano Norberto Curvelo, Targino Gondim, que fazem deste ritmo, o seguimento da cultura nordestina, do “For All”, ( para todos) que acabou se tornando o “forró” do povo, e que agora a rede Globo, na hora de mostrar a cultura nordestina, chama, Léo Santana para representar o povo nordestino, “uma lástima”.

Os produtores de programas e de musicais, diretores de arte, deveriam estudar um pouco mais as regionalidades, e convidar pelo menos, algumas pessoas, que represente a música nordestina, verdadeira demonstração de que, a rede Globo, globalizasse realmente o ritmo do sertão nordestino, e quem é Leo Santana? É o mesmo que se vangloriou de não concordar com doações a pessoas mais carentes nesta pandemia, e que foi contestado por muita gente, sendo que depois da “porrada” dada, não adianta desculpas, talvez por este motivo, depois de ver a sua popularidade despencar, a Globo está procurando levantar a moral de quem, se posicionou contra a solidariedade de um povo amoroso e solidário.

Pois bem, Tanto Léo do Staka Zero e Norberto Curvelo, são os primeiros a se posicionarem contra a atitude nefasta da rede Globo, e voce que é nordestino, deveria também mudar de canal, nesta hora em que os verdadeiros representantes da cultura nordestina, são colocados de lado, em favor do pagode, é a Globo mais uma vez, tirando do povo nordestino de ter em suas casas, o verdadeiro ritmo de uma cultura tradicional em favor de quem é nordestino e denigre as tradições do seu próprio povo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui