Sessão da Câmara Municipal desta 5ª feira 11/04, foi uma turbulência só.

0
332
Vereadores em oração

Depois da chamada, leitura da ata da sessão anterior lida pelo diretor legislativo Milton Guerreiro que foi aprovada, foi lida a Ordem do Dia e em seguida, o intervalo regimental, no intervalo regimental, todos os vereadores foram discutir o projeto enviado à CME pelo executivo, mas muitas coisas do projeto, não se atem aos ambulantes, que vendem água de coco, churrasquinho, salgadinhos e que querem continuar trabalhando, mas de forma oficial.

Porém o bate-boca tomou proporção, quando o vereador Aderbal se inscreveu, pediu pra falar do seu lugar o que foi concedido, e para falar dos ambulantes, falou mal da administração de Neto Guerrieri, dizendo que a perseguição aos ambulantes começou no governo Neto com Pedrinho Bonnomo, quando este foi secretário de Infraestrutura no governo Neto Guerrieri, Aderbal disse que não aceitava teatro, ele teve seus 15 minutos, tentando atribuir a Neto parte desta perseguição. Em aparte, Jurandir Leite disse que quando falou da situação, não citou o nome de ninguém, por outro lado, disse que se vier para a CME qualquer projeto oriundo do executivo, mas que for para o bem da cidade e seus cidadãos que ele vota a favor.

Terminada a fala de Aderbal, Jota Batista também se inscreveu, e partiu para o ataque a Aderbal e defendendo Neto, dizendo que o defende em todas as circunstancias, e explicou que Pedrinho Bonnomo, veio do governo Robério Oliveira e, quando este foi afastado ficando em seu lugar o vice prefeito Flávio Baiôco, este manteve Bonnomo em outro posto, e que, o clima criado entre a prefeitura e os ambulantes, foi uma proposta feita pelo ministério público, e que no tempo de Neto, ele foi ao MP e negociou a situação, quando foram retirados os camelôs, que ficavam em cima dos passeios atrapalhando a ida e vinda de pedestres. Jota Batista disse que Neto não é perseguidor, Jota Batista, reiterou seu discurso, dizendo que Robério acatou a determinação do MP e mandou tirar todo mundo, e disse que Aderbal não pode tirar a responsabilidade de Robério e jogar nas costas de Neto Guerrieri. Outra defesa de Jota Batista foi em relação a OAB, quando esta está buscando informações sobre o conselho municipal de saúde, por trabalhos indevidos, quando um carro da saúde, está prestando serviço para a secretaria de educação. A redação do rota51.com sugere a OAB que seus integrantes, peçam, informações ao executivo, onde estão os carros importados deixados por Neto Guerrieri, incluindo uma pick up Amarock, ao todo foram 13 carros, pois se carros de uma secretaria estão atuando em outra secretaria, dever ser porque, tem alguém dando uma de esperto por aí, e isto cabe um processo por improbidade administrativa.

Durante sua fala, Aderbal pediu vários apartes, mas Jota Batista negou todos eles, no final, Aderbal por questão de ordem, começou a falar mas como tinha apenas 2 minutos, teve de ceder lugar a votação da pauta do dia.

O artigo que trata dos ambulantes foi retirado de pauta, para novo estudo dos vereadores, e que deverá retornar à puta na próxima 4ª feira 17/04.

Em seu discurso, o presidente da CME, Jorge Maécio, denunciou a saída de mais um órgão oficial da cidade, sendo que desta vez, é a sede da Receita Federal que irá para outra cidade, já tiraram a SEFAZ,  e a gora a RF, o que irá prejudicar em muito o eunapolitano, quer para tirar um CPF, ITR, ou outro documento importante e, quem precisar, terá de ir para outra cidade, a sede da RF em Eunápolis tem apenas 5 funcionários, e Jorge Maécio, disse que para evitar esta saída, é preciso que o executivo, a Veracel, a CDL, a OAB entrem na briga para saber o motivo destas as´[idas de órgãos da cidade. Inclusive o vereador, mostrou um oficio do Dep Ronaldo Carletto enviado ao secretário da RF, Sr. Marco Cavalcante de Albuquerque, solicitando informações sobre esta atitude, Jorge Maécio disse que são 2300 contribuintes mensais, e que Eunápolis não pode perder órgãos tão importantes assim sem um motivo muito forte e que realmente demonstre tal necessidade.

Devido à Semana Santa, a próxima sessão da Câmara Municipal, será na 4ª feira 17/04, às 08hs e 30m, ma CME$ av Artulino Ribeiro, bairro Dinah Borges.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui