SESSÃO PINGA FOGO, A dança das emendas parlamentares.

0
214

Na sessão da Câmara desta 5ª feira, 15/08, alguns vereadores, tentando puxar a “brasa para sua sardinha”, falaram sobre a situação da saúde de Eunápolis, quando o vereador Jota batista, falou que uma das emendas mais importantes da cidade, foi a do deputado Jânio Natal, que mandou mais de 1 milhão de reais, para a Policlínica de Eunápolis, o que tornou possível a construção da mesma, outro deputado que enviou quase 20 milhões par a cidade, foi o deputado Ronaldo Carletto, só que este dinheiro foi usado em calçamentos e  asfalto, e dentro em breve o deputado Leur Lomanto, também enviará uma verba de 500 mil reais, já com destino certo e, que será também de grande valia par alguns locais previamente destinados. O ruim é que o prefeito não fala, quem foi quem mandou as emendas, “é fazer festa com chapéu dos outros”.

Na realidade o que o vereador Ramos Filho falou na referida sessão é que, não existe falta de dinheiro no município, mas sim o que realmente falta é “gestão”, A saúde de Eunápolis, não está tão boa assim, realmente por falta de gestão, Neto Guerrieri ao deixar a sua administração, deixou construídos, todos os postos de saúde da cidade, o dinheiro veio do PAC II, leia-se “governo federal” e foi totalmente usado nos PSF’s, enquanto os demais prefeitos, alugavam casas, que não tinham nenhuma referência com a saúde, Neto em uma de suas apresentações disse que, ao construir todos os postos de saúde, o município economizar mais de 500 mil só de alugueis, só resta saber, ponde foi parar todo este dinheiro, pois, nos PSF’s, e HRE, as coisa está preta. Foi só Neto deixar o governo, creches (Parque da Renovação), Rosa Neto e outras, foram abandonadas, tal qual a UPA, que até hoje espera poder atender a população, evitando o congestionamento do HRE.

Candidaturas a prefeitura de Eunápolis.

Ainda na referida sessão, o vereador Paulo Brasil, ao usar a tribuna, parecia que seu discurso já estava pronto há muito tempo, Paulo Brasil falou que é preciso deixar de blá, blá, blá, e começarem a trabalhar, citou um prefeito que está inelegível, porque a justiça eleitoral o tirou da vida política, e citou que ele deixou de pagar professores sendo que muitos deles, precisaram de ajuda para se manterem, agora não estão pagando a insalubridade aos agentes de saúde, é tanto que convocou alguns vereadores para irem ao gabinete da secretária de saúde, Márcia quaresma, para obterem um indicativo deste não pagamento, já que a “grana” é federal, tem dono e os agentes estão esperando a boa vontade, mas de quem? Do prefeito ou d secretária, a menos que este dinheiro já foi relocado para outro setor e agora estão enrolando, para Paulo Brasil, isto é fazer política suja, mas uma coisa é preciso ser dita, o rota51.com já bateu muito em alguns dos vereadores, por eles, nunca fazerem a política do povo, mas a deles próprios, Paulo Brasil é vereador há muito tempo, já foi presidente da câmara e será que somente agora ele acordou? Afinal esta situação já perdura por muito tempo, é preciso mudar, porque senão, este “barulho” ainda vai durar muito tempo.

Porque respeitar o Regimento Interno e a Lei Orgânica.

Depois de eleitos, os vereadores ao tomarem posse, são obrigados por lei, a fazerem um juramento, jurando obediências constitucionais, durante a sua gestão, mas o Regimento Interno, não é só para vereadores, é também para o povo que vai à câmara municipal, pois uma vez lá dentro, todos vereadores ou não, todos têm que respeitar o que está na lei, e tem muita gente, já trabalhando suas candidaturas à vereador, mas já tem gente “printando” estas publicações, porque não sendo candidatos, vão em favor dos seus, tentarem impedir que estes extemporâneos, atrapalhem os candidatos de sua predileção. É por isto que o TER tem leis e recomendações próprias, mas quem não respeita agora, consequentemente não vão respeitar nunca se forem eleitos, e quando nas redes sociais, pedem nomes e caras novas, é aí que entra a sua escolha e, como a política de Eunápolis está realmente pedindo caras novas, a mudança tem que drásticas, é a mesma coisa de publicarem pesquisas eleitorais e as publicarem, se não houver registro em cartórios eleitorais por uma empresa idônea e credenciada, pode trazer um problema muito sério, e outra, evitem candidatos que fazem doações, pois as entidades agradecem, mas este é o “social” que, que estes pretensos candidatos usam para atrair votos, mas na realidade o que querem, é o famoso “toma lá, dá cá”, se eleitos, cada um vai querer o seu, vão todo mês passar o cartão na boca do “caixa eletrônico” e a cidade que se lasque, enfim, é como já disse um político aposentado, “se o meu tá no bolso”, fazer projetinhos é a coisa mais fácil que existe, isto é um absurdo.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui