QUAL SERÁ O DESTINO DOS EX-CANDIDATOS À DEPUTADO ESTADUAL QUE REPRESENTARAM EUNÁPOLIS?

0
451

Praticamente dois anos se passaram desde as eleições estaduais e federal, e em Eunápolis como todos os outros municípios do país, apareceram nomes disputando o pleito em 2018, e mesmo com a pandemia ainda em evidência outro processo eleitoral se aproxima.

O que essa editoria quer saber, qual será os rumos tomados pelos nomes que disputaram a vaga legislativa na capital baiana. Eunápolis apontou alguns nomes que disputaram a vaga na ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia), esses foram: LARISSA OLIVEIRA (PSD), filha do atual gestor de Eunápolis, Robério Oliveira e da gestora de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, PEDRO VAILANT (PATRIOTAS), engenheiro e responsável pela condução do projeto de instalação da Veracel Celulose, MANOEL BRUNO, popularmente conhecido como BRUNO DO TRIGO (PSL), filho de Manoel Chagas, empresário que por muitos anos foi o maior comerciante de trigo desta região, ficando conhecido como MANOEL DO TRIGO, nesse cenário apareceu também ELIAS SANDES ou TETÉIA DO JEGUE (PPL), o veterano AMÓS BISPO (MDB), o mesmo já foi vereador por algumas vezes e também presidente da casa legislativa, CORDÉLIA TORRES (PMB).

Alguns dos que foram citados já se tem notícias das intenções para esse pleito, Cordélia Torres, confirma sua pré-candidatura a prefeita, os mais de 19.000 votos obtidos em 2018 ajudam na musculatura nas eleições municipais agora em 2020, Teteia do Jegue é pré-candidato à vereador, mas de todos os citados não se sabe as intenções de Bruno do Trigo, presidente do diretório municipal do PSL, e principal apoiador do atual presidente da república não só em Eunápolis, mas na microrregião da costa do descobrimento e em alguns municípios da costa das baleias. Do Trigo pode ser um forte candidato a vereador, mas quem sabe o vice que Cordélia Torres precisa para completar a chapa, já que o PSL em seu diretório estadual, já confirmou aliança com a pré-candidata.

Perguntas que não podem ficar sem resposta: vereador ou vice-prefeito de Cordélia? Somente Bruno do Trigo para responder esse questionamento. Os demais ex-candidatos a deputado que Eunápolis votou, quais os caminhos serão tomados?

Não se pode esquecer que por causa da pandemia da COVID-19, o CORONA VÍRUS, politicamente ainda está tudo incerto, não se sabe se o pleito eleitoral irá acontecer em outubro ou se irá ser prorrogado para a primeira semana de dezembro deste ano, mas de uma coisa é certa, ela haverá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui